AFP
AFP

Melo cai nas duplas em Madri, mas volta ao topo do ranking

Ao lado de Ivan Dodig, brasileiro perde para Rohan Bopanna e Florin Mergea

Estadão Conteúdo

07 de maio de 2016 | 14h25

O brasileiro Marcelo Melo viveu um dia de emoções opostas neste sábado, no Masters 1000 de Madri. Primeiro, a felicidade por voltar à liderança do ranking de duplas da ATP, com a queda do francês Nicolas Mahut nas semifinais. Mas depois, ele próprio e o croata Ivan Dodig perderam a chance de ir à decisão ao também caírem na semifinal.

Cabeças de chave número 4, Melo e Dodig entraram em quadra com o favoritismo, mas perderam para o indiano Rohan Bopanna e o romeno Florin Mergea. Sextos cabeças de chave, eles levaram a melhor no equilibrado duelo por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (4/7) e 12/10, em 1h42min de partida.

O confronto deste sábado foi equilibrado desde o início, e o primeiro set foi definido após um erro de Dodig na rede, que selou a quebra a Bopanna e Mergea e a vitória. No segundo, o brasileiro e o croata conseguiram a quebra no início, mas viram os adversários responderem na sequência.

Quando o duelo estava empatado em 5/5, a chuva paralisou o confronto por quase uma hora. Na volta, Melo e Dodig não perderam o embalo e fecharam no tie-break. Mas no desempate, Mergea encaixou boas devoluções, Melo vacilou no saque e o indiano e o romeno avançaram para a final.

A tristeza pela derrota só não foi maior porque a campanha em Madri significou a volta de Melo para a liderança do ranking. O brasileiro vai figurar na ponta da lista que será divulgada na segunda-feira, graças à queda de Nicolas Mahut e seu compatriota Pierre-Hugues Hebert para o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau, que farão a decisão contra Bopanna e Mergea.

Tudo o que sabemos sobre:
Marcelo MeloATPTênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.