Glyn Kirk/AFP
Glyn Kirk/AFP

Melo e Kubot são eliminados na segunda rodada de Roland Garros

Ex-número 1 do mundo nas duplas, brasileiro e o polonês Lukasz Kubot foram superados pelos norte-americanos Nicholas Monroe e Tommy Paul

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2020 | 18h14

O tenista brasileiro Marcelo Melo foi eliminado na segunda rodada de Roland Garros, nesta quinta-feira. O ex-número 1 do mundo nas duplas e o polonês Lukasz Kubot foram superados pelos norte-americanos Nicholas Monroe e Tommy Paul por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 2/6 e 6/3, em 2h12min.

Melo e Kubot formavam a parceria cabeça de chave número quatro do torneio, sendo uma das duplas favoritas. Atual número nove do mundo, o duplista mineiro já foi campeão em Paris, em 2015, jogando ao lado do croata Ivan Dodig, na época. Desta vez, porém, ele conseguiu vencer apenas uma vez no saibro francês.

Dominantes no circuito em 2017, Melo e Kubot vivem má fase na temporada. São dez vitórias e oito derrotas em 2020. Desde a retomada do circuito, após a paralisação causada pela pandemia, a dupla não conseguiu emplacar dois triunfos consecutivos. No US Open, eles caíram logo na estreia.

E, na gira de saibro na Europa, foram apenas duas vitórias, uma delas na estreia em Roland Garros. Antes, foram eliminados na estreia no Masters 1000 de Roma, na Itália, e na segunda rodada no Torneio de Hamburgo, na Alemanha.

Com a eliminação precoce de Melo, o Brasil tem agora apenas Bruno Soares na chave masculina de duplas. Jogando com o croata Mate Pavic, ele vai enfrentar nesta sexta-feira a parceria formada pelo monegasco Hugo Nys e pelo argentino Andres Molteni, pela segunda rodada. Soares e Pavic foram campeões do US Open, no mês passado.

Nas duplas femininas, Luisa Stefani e a americana Hayley Carter venceram nesta quinta a espanhola Aliona Bolsova e a norueguesa Ulrikke Eikeri por 2 a 1. Após o triunfo na estreia, elas vão enfrentar a japonesa Miyu Kato e a eslovena Tamara Zidansek.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.