Luiz Candido/CBT
Luiz Candido/CBT

Melo perde na final e é vice-campeão nas duplas no Torneio de Lyon

Ao lado de González, Marcelo Melo perde de 2 sets a 0 para Ivan Dodig e Austin Krajicek

Redação, Estadão Conteúdo

21 de maio de 2022 | 19h14

O brasileiro Marcelo Melo e o argentino Maximo González foram superados na final do Torneio de Lyon, na França, e ficaram com o vice-campeonato da chave de duplas. Neste sábado, eles perderam para o croata Ivan Dodig, ex-parceiro do brasileiro, e o americano Austin Krajicek por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h17min de duelo.

Melo e González eram os cabeças de chave número dois da competição, de nível ATP 250, enquanto Dodig e Krajicek ostentavam o posto de maiores favoritos ao título. Brasileiro e argentino não conseguiram repetir neste sábado a boa performance que vinham exibindo ao longo da semana.

"Hoje o jogo foi bom, em sua maior parte. Não iniciamos tão bem como nos anteriores, mas depois começamos a entrar mais no jogo. E eles acabaram jogando melhor nos momentos importantes", comentou o brasileiro. "Faltou mesmo aproveitar as chances. Acho que foi o decisivo na partida. Aproveitaram os breaks que tiveram e não soubemos aproveitar."

A dupla voltará a jogar junta na próxima semana, em Roland Garros. O Grand Slam francês tem início neste domingo, em Paris. Mas a chave de duplas só começa no decorrer da primeira semana de competição.

"Saímos daqui com alguns jogos, primeira vez que jogamos juntos, chegamos a uma final, e agora Roland Garros. Vai ser muito bom para nós. Espero que dê certo lá. Estamos indo para Paris no fim do dia", projetou Melo.

Numa temporada marcada por irregularidades e trocas constantes de parceiros, Melo jogou sua segunda final do ano. Em janeiro, também foi vice-campeão em Adelaide, na Austrália. Na ocasião, formou dupla justamente com Dodig, seu adversário deste sábado.

Com o resultado deste fim de semana, Melo deve subir para o 40º posto do ranking de duplas da ATP. O brasileiro, campeão de Wimbledon e de Roland Garros, já foi número 1 do mundo entre 2017 e 2018.

OUTROS RESULTADOS

Na chave de simples em Lyon, o vencedor foi o britânico Cameron Norrie, que venceu na final o eslovaco Alex Molcan, 47º do ranking, por 6/3, 6/7 (3/7) e 6/1. Foi o quarto título de nível ATP, sendo o primeiro no saibro, para o tenista número 11 do mundo.

Em Genebra, em outra competição de nível ATP 250, o norueguês Casper Ruud faturou o bicampeonato no saibro suíço. Na final, ele superou o português João Sousa, 79º do mundo, por 7/6 (7/3), 4/6 e 7/6 (7/1). O tenista número oito do ranking chegou ao seu oitavo título no circuito da ATP, sendo o segundo neste ano.

No feminino, a tenista alemã Angelique Kerber voltou a erguer um troféu após quase um ano. Neste sábado, ela se sagrou campeã do WTA 250 de Estrasburgo, na França, ao derrotar numa dura final a eslovena Kaja Juvan, 81ª colocada, em três tie-breaks: 7/6 (7/5), 6/7 (0/7) e 7/6 (7/5). A ex-número 1 do mundo, e atual 22ª do ranking, chegou ao seu 14º troféu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.