Reprodução/Bruno Soares Instagram
Reprodução/Bruno Soares Instagram

Melo, Soares e Stefani são derrotados e Brasil dá adeus ao Aberto da Austrália

Jogando ao lado do croata Mate Pavic, Bruno Soares caiu para os australianos James Duckworth e Marc Polmans por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/2), 2/6 e 7/6 (11/9)

Redação, Estadão Conteúdo

26 de janeiro de 2020 | 11h14

O Brasil não tem mais representantes no Aberto da Austrália. Os tenistas duplistas brasileiros perderam todos os seus jogos neste domingo e se despediram da competição. Bruno Soares caiu nas chaves de duplas e duplas mistas, está última que também teve a eliminação de Marcelo Melo, e Luisa Stefani deu adeus nas duplas femininas.

O dia começou com a derrota de Bruno Soares. Ele e o croata Mate Pavic tiveram dois match points, mas acabaram derrotados pelos australianos James Duckworth e Marc Polmans por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/2), 2/6 e 7/6 (11/9), e caíram nas oitavas de final.

"Foi um dia duro, decidido no detalhe. Jogamos super bem, dominamos boa parte do jogo. No primeiro set criamos muitas oportunidades e eles acabaram vencendo 7/6. O segundo set a gente jogou muito bem, ganhamos 6/2 e o terceiro o jogo subiu muito de nível. Todo mundo jogou bem. Tivemos dois match points e escapou. É triste. A gente estava jogando muito bem, estava confiante e é vida que segue", disse Soares, campeão do Aberto da Austrália em 2016.

Pouco tempo depois, Bruno Soares voltou à quadra, desta vez para o duelo das mistas, pela segunda rodada, e amargou o segundo revés no dia, depois que ele e a norte-americana Nicole Melichar perderam para a parceira formada pelo indiano Rohan Bopanna e a ucraniana Nadiia Kichenok por 6/4 e 7/6 (7/4).

Marcelo Melo também se despediu nas mistas, logo na primeira rodada. Atuando ao lado da tcheca Barbora Strycova, o brasileiro, cabeça de chave número 1, foi superado pela forte dupla formada pelo britânico Jamie Murray e a norte-americana Bethanie Mattek-Sands. Atuais campeões do US Open, eles venceram de virada, por 3/6, 6/4 e 10/7.

Também teve um ponto final neste domingo, nas oitavas de final, a campanha de Luisa Stefani ao lado da norte-americana Hayley Carter. As duas fizeram um bom jogo, tiveram chances de vitória, mas foi superadas pela canadense Gabriela Dabrowski e a letã Jelena Ostapenko, cabeças de chave número 6. O placar final marcou 6/4, 1/6 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.