Melo vence nas duplas em Indian Wells; Serena também estreia bem

Ao lado de Ivan Dodig, brasileiro supera Kubot e Wawrinka

Estadão Conteúdo

14 Março 2015 | 01h21

O brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig confirmaram a condição de cabeças de chave número 2 do torneio de duplas do Masters 1000 de Indian Wells, no final da noite desta sexta-feira, ao vencerem o polonês Lukasz Kubot e o suíço Stan Wawrinka por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1) e 6/2, na estreia da competição norte-americana.

Com o triunfo, Melo e Dodig se credenciaram para enfrentar na próxima fase os norte-americanos John Isner e Sam Querrey, que nesta sexta superaram o espanhol Roberto Bautista Agut e o finlandês Henri Kontinen por 2 sets a 1, com 6/7 (4/7), 6/4 e 10/6.

Uma série de tenistas de destaque, por sinal, estiveram em quadra nesta sexta na chave de duplas de Indian Wells. Um deles foi o espanhol Rafael Nadal, que ao lado do compatriota Pablo Carreno Busta arrasou o uruguaio Pablo Cuevas e o espanhol David Marrero por 6/2 e 6/1.

O britânico Andy Murray também estreou com vitória nas duplas. Ele e o australiano Thanasi Kokkinakis venceram o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau por 6/3 e 7/5. O espanhol David Ferrer, por sua vez, ajudou o seu compatriota Fernando Verdasco a superar o búlgaro Grigor Dimitrov e o norte-americano Mardy Fish por 6/3 e 6/4.

FEMININO - Quatorze anos após enfrentar um episódio de injúria racial na final do Torneio de Indian Wells de 2001, quando chegou a dizer que nunca mais jogaria a competição, Serena Williams voltou a torneio nesta sexta-feira e estreou com vitória. A tenista número 1 do mundo derrotou a romena Monica Niculescu por 2 sets a 0, com duplo 7/5.

Assim, ela teve um retorno feliz ao palco de um dos maiores traumas de sua carreira, quando então tinha 19 anos e foi vítima de insultos da torcida após sua irmã mais velha, Venus, desistir da semifinal que faria com Serena por causa de um problema físico. Na ocasião, a torcida entendeu o episódio como uma situação arranjada.

Em seguida, na final, Serena encarou - e venceu - a belga Kim Clijsters, mas sofreu com o comportamento do público, que também foi hostil com sua família. Entretanto, ela resolveu acabar com o boicote ao torneio e recebeu aplausos dos torcedores logo que pisou na quadra de Indian Wells, fato que a deixou emocionada.

Pelo triunfo na estreia, Serena já se garantiu na terceira rodada e terá como próxima rival a casaque Zarina Dias, que nesta sexta derrotou a croata Donna Veik por duplo 6/3.

Outras favoritas estrearam com vitória nesta sexta em Indian Wells. Uma delas foi a romena Simona Halep, terceira cabeça de chave, que bateu a russa Daria Gavrilova por 2 sets a 1, com 2/6, 6/1 e 6/2. Já a polonesa Agnieszka Radwanska, sétima pré-classificada, arrasou a norte-americana Alison Riske por 6/3 e 6/1.

A russa Ekaterina Makarova e a checa Lucie Safarova também confirmaram as respectivas condições de oitava e décima cabeças de chave. A primeira delas arrasou a sua compatriota Elena Vesnina por 6/4 e 6/0, enquanto a segunda passou pela alemã Mona Barthel por 6/4 e 7/6 (7/4).

Já a alemã Angelique Kerber não conseguiu sustentar a condição de 13ª pré-classificada ao cair por 7/6 (8/6) e 6/2 diante da norte-americana Sloane Stephens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.