Eugene Hoshiko/AP
Eugene Hoshiko/AP

Mesmo campeão, Djokovic segue vice-líder do ranking

Isso porque o sérvio não somou pontos nesta semana, uma vez que ele defendia o título conquistado no ano passado

AE, Agência Estado

14 de outubro de 2013 | 09h09

LONDRES - Apesar do título conquistado neste domingo no Masters 1000 de Xangai, na China, Novak Djokovic segue apenas como segundo colocado do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), atualizado nesta segunda-feira. Isso porque o sérvio não somou pontos nesta semana, uma vez que ele defendia o título conquistado no ano passado. Desta forma, Rafael Nadal até ampliou a sua folga no primeiro lugar do ranking, o que tende a seguir acontecendo até o fim da temporada, quando Djokovic terá que defender os 1.500 pontos que ganhou no ATP Finals de 2012. Como o espanhol estava machucado no fim do ano passado, ele não tem pontos a defender até fevereiro e, por isso, agregará à sua soma tudo o que ganhar.

Eliminado por Juan Martín del Potro na semifinal em Xangai, Nadal ganhou 360 pontos na semana e foi a 11.520, contra 11.120 de Djokovic. Vice-campeão em 2012, Andy Murray está machucado, não jogou em Xangai, e perdeu 600 pontos. Assim, deixou o terceiro lugar para David Ferrer, da Espanha.

Outra mudança no Top10 do ranking mundial na lista atualizada nesta segunda-feira é a subida de Jo-Wilfried Tsonga. O francês, semifinalista em Xangai, subiu para o oitavo lugar, ultrapassando Stanislas Wawrinka. Outro suíço, Roger Federer continua em sétimo.

Thomaz Belluci continua como melhor brasileiro, apesar de ter perdido duas posições. Machucado, ele é agora o 119.º. Rogério Dutra Silva subiu dois postos, para o 127.º lugar, mas a principal evolução foi de João Souza, o Feijão. Campeão do Challenger de São José do Rio Preto, há duas semanas, ele teve seus pontos considerados só agora e saltou da 158.ª para 134.ª posição.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1.º Rafael Nadal (ESP), 11.520

2.º Novak Djokovic (SER), 11.120 pontos

3.º David Ferrer (ESP), 6.800

4.º Andy Murray (GBR), 6.295

5.º Juan Martín del Potro (ARG), 5.525

6.º Tomas Berdych (RCH), 4.340

7.º Roger Federer (SUI), 4.245

8.º Jo-Wilfried Tsonga (FRA) 3.295

9.º Stanislas Wawrinka (SUI), 3.240

10.º Richard Gasquet (FRA), 3.060

11.º Milos Raonic (CAN), 2.860

12.º Tommy Haas (ALE), 2.265

13.º Nicolás Almagro (ESP), 2.200

14.º John Isner (EUA), 2.070

15.º Jerzy Janowicz (POL), 2.060

16.º Gilles Simon (FRA), 2.006

17.º Fabio Fognini (ITA), 1.965

18.º Kei Nishikori (JAP), 1.885

19.º Tommy Robredo (ESP), 1.830

20.º Kevin Anderson (AFS), 1.775

119.º Thomaz Bellucci (BRA), 490

127.º Rogério Dutra Silva (BRA), 448

134.º João Souza (BRA), 419

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.