Ian Macnicol/AFP
Ian Macnicol/AFP

Mesmo com alerta terrorista, ITF confirma final da Davis na Bélgica

Equipe britânica adiou em um dia a viagem de Londres para Ghent

Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2015 | 12h53

Apesar do alerta terrorista em nível máximo em Bruxelas, a Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) confirmou a disputa da final da Copa Davis, entre Bélgica e Grã-Bretanha, na cidade de Ghent, no fim de semana.

O município está localizado a 56 quilômetros de distância de Bruxelas, mas não está incluído no círculo que está sob alerta máximo - de nível 4, que prevê risco "sério e iminente". O alerta de terror foi elevado no fim de semana passado e causou o fechamento de estações de metrô e o adiamento de duas partidas de futebol do Campeonato Belga.

Em comunicado, a ITF reiterou a disputa da Davis e garantiu que a segurança foi reforçada para a aguardada final. "Estamos tomando todas as medidas necessárias para garantir a segurança das equipes, dos torcedores, da imprensa e de todo o pessoal da organização", disse a entidade.

"A ITF e a Real Federação Belga de Tênis, em consulta com dirigentes e nossa consultoria de riscos e conselheiros de segurança, estão monitorando de perto a situação na Bélgica e, especificamente, em Ghent", registrou a ITF, em comunicado.

Preocupada com a situação na Bélgica, a equipe britânica adiou em um dia a viagem de Londres para Ghent. O embarque passou de domingo para esta segunda-feira. Sem viajar, o time liderado pelo escocês Andy Murray treinou em quadras de saibro em Queen''s.

Não há mais ingressos disponíveis para a final da Davis. Boa parte das entradas ficou com torcedores britânicos, ávidos por um título que não vem há 79 anos. Eles devem ajudar a lotar a arena Flanders Expo, com capacidade para 13 mil pessoas, a partir desta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.