Miami: González elimina Sampras

Sem conquistar um título desde Wimbledon 2000, um dos maiores tenistas da história, o norte-americano Pete Sampras, amargou mais uma derrota prematura num grande torneio. Desta vez, foi eliminado na terceira rodada do Masters Series de Miami, para o pouco conhecido, mas talentoso, tenista chileno Fernando Gonzalez, número 62 do ranking. O curioso foram as parciais da partida: 7/6, com 7 a 1 no tie break, e 6/1 no segundo, deixando claro que faltou condições físicas ao tenista norte-americano. O pior desta derrota é que aconteceu no seu piso preferido, as quadras rápidas. Mas, depois de abrir vantagem de 4 a 1 no primeiro set, Pete Sampras não conseguiu mais manter o mesmo nível de jogo e acabou se transformando numa presa fácil para o jovem talento chileno Fernando Gonzalez, que comemorou a maior vitória de sua carreira. Outro detalhe preocupando para Sampras é que recentemente ele contratou o espanhol José Higueras para ser seu novo treinador. O plano seria o de lutar pelo único troféu de um Grand Slam que falta em sua prateleira, o de Roland Garros. Mas, certamente, em Paris, em jogos de cinco sets numa quadra de saibro em que as trocas de bolas são longas, Sampras vai precisar de um preparo físico bem melhor para alimentar o sonho do título. Também o russo Marat Safin passou por dificuldades, mas sobreviveu a mais uma rodada em Miami. Diante do peruano Luiz Horna, Safin precisou de três sets para garantir uma vaga nas oitavas de final da competição, ao marcar 3/6, 6/3 e 7/6 (7/3). Outra surpresa do dia foi a eliminação do alemão Tommy Haas, que caiu diante do romeno Andrei Pavel, em jogo bonito e equilibrado, decidido em três tie-breaks: 7/6 (8/6), 6/7 (7/5) e 7/6 (8/6). Enquanto isso, a revelação norte-americana James Blake derrotou o argentino Guillermo Cañas por 6/4 e 6/3; e o suíço Roger Federer ganhou do espanhol Albert Portas por 6/4 e 6/1. Na parte de baixo da chave já estão definidos todos os jogos das quartas-de-final, com Gaston Gaudio (Argentina) diante de Juan Inagcio Chela (Argentina); Alex Correjta (Espanha) x Marcelo Rios (Chile); Thomas Johansson (Suécia) x Andre Agassi: e Nicolas Lapentti (Equador) x Adrian Volneia (Romênia). No feminino, Martina Hingis já garantiu vaga nas quartas-de-final, ao passar fácil pela norte-americana Alexandra Stevenson por 6/2 e 6/0; e a belga Kim Clijsters ganhou de Cara Black (África do Sul) por 6/4 e 6/2.

Agencia Estado,

25 Março 2002 | 18h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.