Jason O'Brien/Reuters
Jason O'Brien/Reuters

Monfils e Dolgopolov também viram baixas em Roland Garros

Ambos alegaram problemas físicos e estão fora do torneio

Estadão Conteúdo

20 de maio de 2016 | 20h47

O Torneio de Roland Garros sofreu mais duas baixas nesta sexta-feira. No dia em que as chaves foram definidas por sorteio, o local Gael Monfils e o ucraniano Alexandr Dolgopolov desistiram de disputar o Grand Slam francês. Ambos alegaram problemas físicos para ficar de fora da competição de Paris.

Atual 14º do mundo, o tenista da casa desistiu por causa de uma virose. Ele vinha em bom momento no circuito, com final no Masters 1000 de Montecarlo, mas perdeu rendimento nas últimas semanas, com quedas precoces em Madri e Roma. Uma lesão no tendão fora a responsável pelas atuações abaixo do esperado.

Dolgopolov anunciou sua ausência logo após o sorteio da chave, o que exigiu mudanças por parte da organização. Número 30 do mundo, o ucraniano era o 28º cabeça de chave. Ele foi substituído pelo norte-americano Steve Johnson em Roland Garros. Uma lesão muscular, sofrida ainda no Masters de Roma, teria sido a causa da desistência de Dolgopolov.

As duas baixas engrossam a lista de desfalques em Roland Garros. A maior perda é a do suíço Roger Federer, campeão em 2009. Sem se recuperar de um problema nas costas, o número três do mundo anunciou sua desistência nesta quinta. Na chave feminina as principais baixas serão a dinamarquesa Caroline Wozniacki, ex-número 1 do mundo, e a suíça Belinda Bencic, 8ª do ranking.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.