Ricardo Maldonado Rozo/EFE
Ricardo Maldonado Rozo/EFE

Monteiro arrasa Giraldo e abre vantagem para o Brasil na Davis

Brasileiro bate colombiano por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

06 de abril de 2018 | 18h30

Com uma grande apresentação, Thiago Monteiro arrasou Santiago Giraldo nesta sexta-feira e colocou o Brasil em vantagem na série melhor de cinco partidas contra a Colômbia, valendo vaga nos playoffs do Grupo Mundial da Copa Davis. Jogando em Barranquilla, o principal tenista de simples do País no confronto precisou de apenas uma hora para superar o experiente rival por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2.

+ Cilic e Fognini vencem em confrontos das quartas de final da Copa Davis

+ Zverev bate Ferrer, mas Nadal arrasa alemão e empata duelo para Espanha na Davis

Na quadra dura do Parque Distrital de Raquetas, Monteiro deu poucas chances a Giraldo, que ainda demonstra certa falta de rimo em seu retorno às quadras. Ex-número 28 do mundo, o colombiano chegou a se afastar do circuito no ano passado, mas retomou as competições após seis meses, em março.

A boa experiência no circuito, contudo, não foi o suficiente para conter o grande desempenho do brasileiro, atual 125º do mundo. Monteiro sacou bem (acertou 83% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço) e se destacou em praticamente todos os fundamentos. Para ajudar, contou com os erros do rival de 30 anos, atual 290º do mundo.

O tenista do Brasil protagonizou um início de jogo fulminante. Ele faturou duas quebras de saque em sequência e abriu 5/0 no placar. Esteve perto de fechar o "pneu", mas Giraldo venceu seu game de honra na parcial.

Depois do atropelamento, o tenista da casa equilibrou o duelo no começo do segundo set. Monteiro chegou a ter dificuldade para confirmar seu segundo game de saque. Depois disso, quebrou no quinto game e voltou a deslanchar no jogo.

Com o resultado, o Brasil saiu na frente na série disputada em Barranquilla, válida pelo Zonal Americano. Monteiro, por sua vez, demonstrou grande recuperação em comparação às atuações irregulares no confronto anterior, contra a República Dominicana, em fevereiro.

O segundo jogo da série será disputado logo na sequência. Guilherme Clezar, 234º do ranking, enfrentará o jovem Daniel Galán, de apenas 21 anos, uma das promessas do tênis colombiano. Ele ocupa o 257º posto da lista da ATP.

No sábado, segundo e último dia do confronto, a série será aberta com o jogo de duplas. E, na sequência, as partidas de simples terão as escalações invertidas em comparação a esta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.