Ian Langsdon/EFE
Ian Langsdon/EFE

Monteiro celebra fim de jejum brasileiro em Grand Slams: 'Posso ir mais longe'

Brasil não tinha um tenista na terceira rodada de um Grand Slam desde 2015

Redação, Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2020 | 12h32

Thiago Monteiro alcançou um resultado inédito na sua carreira nesta quinta-feira, classificando-se para a terceira fase de Roland Garros. Confiante, ele espera ir ainda mais longe em Paris. Após derrotar o americano Marcos Giron por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) 6/4 e 6/1, o cearense vai encarar o húngaro Marton Fucsovics, 63º colocado no ranking, em busca de uma vaga nas oitavas de final do Grand Slam parisiense.

"Roland Garros é um Grand Slam especial, ainda mais pela história que o Brasil tem aqui, com os títulos do Guga e do Marcelo Melo. Estou muito feliz em chegar numa terceira rodada de Grand Slam pela primeira vez. Sinto que estou jogando muito bem e que posso ir ainda mais longe", afirmou o número 84 do mundo.

Monteiro somava duas vitórias em Grand Slams na sua carreira, ambas em 2017, em Wimbledon e em Roland Garros, antes da sua estreia em Paris este ano. Na primeira rodada desta edição do torneio francês, ele havia passado pelo georgiano Nikoloz Basilashvili, 33º colocado no ranking da ATP.

A campanha inédita para Monteiro também é especial para o Brasil, que não tinha um tenista na terceira rodada de um Grand Slam desde 2015, quando Thomaz Bellucci caiu nesta etapa do US Open para o britânico Andy Murray. Caso o cearense avance às oitavas, certamente ele vai alcançar a sua melhor posição na lista da ATP - em fevereiro de 2017, chegou a ser o número 74 do mundo. Quando era juvenil, Monteiro chegou a ficar em segundo no mundo da categoria. As contusões, quando profissional, o tiraram das quadras e das boas disputas, e ele foi caindo na ATP.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Vai ser um jogo duro contra o Fucsovics, que é um cara muito completo e que vem jogando muito bem também, mas estou confiante
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Thiago Monteiro, tenista do Brasil

A partida pela terceira rodada será o segundo confronto entre Monteiro e Fucsovics, sendo que o húngaro se deu melhor no ano passado, nas oitavas de final do Torneio de Munique, realizado em quadras de saibro, num duelo definido em três sets. "Vai ser um jogo duro contra o Fucsovics, que é um cara muito completo e que vem jogando muito bem também, mas estou confiante", afirmou o brasileiro.

O tenista cearense fez uma avaliação positiva da sua atuação diante de Giron, no seu segundo triunfo em Roland Garros nesta temporada. "Foi uma partida muito boa, muito firme. O Giron mudou a sua forma de jogar, ficou mais atrás e usou bolas mais altas. Tive de me manter bem mentalmente nos momentos difíceis. Consegui ficar mais agressivo com o decorrer da partida, finalizando pontos na rede e também sacando muito firme. Com certeza a consistência foi a chave para ganhar", resumiu Thiago, continuando o bom momento no saibro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.