Antonio Lacerda/EFE
Antonio Lacerda/EFE

Monteiro perde e Brasil fica sem representantes na chave de simples do Rio Open

Tenista dá adeus ao torneio com derrota para o esloveno Aljaz Bedene, por 2 sets a 0

Redação, Estadão Conteúdo

20 de fevereiro de 2019 | 22h06

Terminou cedo a participação brasileira na chave de simples do Rio Open. Nesta quarta-feira à noite, Thiago Monteiro caiu na segunda rodada para o esloveno Aljaz Bedene, horas depois de Thiago Wild, outro representante do País, ser derrotado pelo japonês Taro Daniel na estreia.

Monteiro, número 126 do mundo, havia passado pelo português Pedro Sousa na estreia. Nesta quarta, porém, não resistiu à superioridade de Bedene, 83.º do ranking, que levou a melhor por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em pouco menos de duas horas de partida.

Nas quartas de final, Bedene terá pela frente o boliviano Hugo Dellien. Uma das surpresas da competição, o número 113 do mundo, vindo do qualifying, passou nesta quarta pelo espanhol Roberto Carballes Baena por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4.

Horas mais cedo, Thiago Wild também disse adeus à competição, logo na estreia. Em confronto que havia começado na terça e foi adiado por causa da chuva, o número 445 do mundo até assustou o japonês Taro Daniel, mas não resistiu e foi eliminado em três sets, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/2.

Com o triunfo, Taro Daniel, 73.º do ranking, avançou às oitavas, na qual terá pela frente o sérvio Laslo Djere, que na estreia surpreendeu o cabeça de chave número 1 da competição, o austríaco Dominic Thiem.

Outro cabeça de chave eliminado foi o argentino Diego Schwartzman. Quarto favorito da competição, ele perdia o segundo set para o uruguaio Pablo Cuevas por 4/1, após cair no primeiro por 6/1, quando precisou abandonar por lesão. Também nesta quarta, o espanhol Jaume Munar passou pelo britânico Cameron Norrie em três sets: 7/6 (8/6), 5/7 e 7/6 (7/4).

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRio OpenThiago Monteiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.