Motivado por título, Bellucci treina forte para a estreia em Roland Garros

O brasileiro Thomaz Bellucci desembarcou neste domingo em Paris motivado para a estreia no Torneio de Roland Garros nesta segunda-feira, diante do australiano Marinko Matosevic, número 100 do mundo, em um confronto inédito. Campeão do ATP 250 de Genebra no último sábado, o paulista deve figurar no Top 40 do ranking da ATP nesta segunda, saltando 20 posições com o título de Genebra.

Estadão Conteúdo

24 de maio de 2015 | 17h37

"É fruto do trabalho que estamos fazendo. Mas não estou satisfeito, quero mais e é para isso que vamos seguir trabalhando duro sempre", afirmou Bellucci após sua chegada em Paris. Na parte da tarde, já acompanhado pelo técnico João Zwetsch, fez um treino leve visando a estreia. "Primeira rodada é sempre difícil e importante, principalmente em Grand Slam. Mas quero levar para quadra toda motivação e confiança que estou sentindo nesse momento", disse o brasileiro.

Bellucci faz sua sétima participação em Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada. Seu melhor resultado no torneio francês foi em 2010, quando chegou às oitavas de final e só foi parado por Rafael Nadal, então número 2. O brasileiro também disputa as duplas em Paris. Bellucci e o português João Sousa conheceram seus primeiros adversários. Eles estreiam diante da parceria cabeça de chave número 11 formada pelo britânico Jamie Murray e o australiano John Peers.

TELIANA ENCARA RUSSA NA 2ª RODADA- A tenista brasileira Teliana Pereira já está na segunda rodada do torneio de Roland Garros. Depois de passar o qualifying, Teliana estreou com vitória na chave principal do Grand Slam francês, neste domingo, vencendo a tenista da casa, Fiona Ferro, 326 na WTA, por 6/3 e 6/2. A próxima adversária de Teliana é a russa Ekaterina Makarova, nona colocada no ranking mundial, provavelmente na quarta-feira, em Paris.

"Estava um pouco mais nervosa do que o normal hoje (domingo). Apesar de já ter feito três jogos aqui esse ano, é primeira rodada de Grand Slam. Mas, mesmo assim consegui fazer o meu jogo e passei para a segunda rodada," comemorou Teliana, que venceu a quarta partida seguida em Paris e a segunda na quadra 7. "Os franceses adoram jogar nessa quadra. É um mini caldeirão e estava cheio de gente, com torcida."

Para superar o melhor resultado em Roland Garros, já que no ano passado também ganhou uma rodada na chave principal, Teliana, 77ª colocada no ranking mundial, terá um dos maiores desafios da carreira, vencer a russa Ekaterina Makarova, atual nona colocada no ranking mundial e semifinalista do Australian Open.

"Ela é uma grande jogadora. O que eu quero fazer é entrar em quadra desfrutando, tentando o meu melhor e impondo o meu jogo."

Esta será a segunda vez na carreira que a brasileira enfrenta uma jogadora do top 10. No ano passado ela foi derrotada pela romena Simona Halep, terceira do mundo na época, na primeira rodada em Wimbledon. "São experiências que quero usar a meu favor, para continuar evoluindo. Mas agora vou jogar no saibro, em Roland Garros, meu Grand Slam favorito, e estou confiante", concluiu Teliana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.