Moyá se diz surpreso com atuação 'inspirada' de Bellucci

Longe do Brasil, Rafael Nadal, que se recupera de lesão, lamenta o revés espanhol, mas sem comentar seu futuro retorno ao time

Felipe Rosa Mendes e Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2014 | 21h05

Capitão da Espanha na Copa Davis, Carlos Moyá admitiu ter sido surpreendido pela grande atuação de Thomaz Bellucci na partida decisiva contra Roberto Bautista Agut, neste domingo. Com a vitória do número 1 do Brasil, a equipe nacional fechou por 3 a 1 a série melhor de cinco e voltou à elite do tênis mundial.

"Jogamos contra um grande Bellucci. Eu não esperava que ele se apresentasse desta maneira, estava inspirado. Tentamos tudo em quadra e não foi suficiente", afirmou o ex-número 1 do mundo. 

"De nossa parte, temos que felicitar a equipe brasileira. Jogaram muito bem. E nós lutamos, houve muita entrega dos jogadores e assim é o esporte: uma hora você ganha e na outra você perde", disse o experiente capitão espanhol.

Moyá só lamentou o match point que o próprio Bellucci salvou, ainda no seu primeiro jogo, na sexta-feira, contra Pablo Andujar. "Eu acredito que foi uma lástima naquele match point. O Bellucci bateu aquela esquerda e a bola pegou na linha. São coisas de três ou quatro centímetros, podia ter mudado a eliminatória, e mudou", comentou.

Em São Paulo, o capitão não contou com jogadores como Rafael Nadal, vice-líder do ranking, e David Ferrer, ambos com problemas físicos. Moyá, contudo, evitou atribuir a derrota aos importantes desfalques. "Estou orgulhoso desta equipe", desconversou.

Com a derrota, Moyá terá que disputar o Zonal Euro/África, a segunda divisão da Davis, pela primeira vez na carreira. "Quando estávamos na segunda divisão eu estava começando a minha carreira e não tive essa experiência como jogador", afirmou, sem se abalar com o rebaixamento. "Acredito que será apenas um ano e a partir de 2016 traremos a Espanha de volta."

Longe do Brasil, Nadal lamentou o revés espanhol, mas sem comentar seu futuro retorno ao time. "Todo o meu apoio aos meus amigos da equipe espanhola de tênis!! Muita força e vamos seguir em frente", declarou nas rede sociais.

Mais conteúdo sobre:
tênis Copa Davis Brasil Espanha Carlos Moyá

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.