Muguruza elimina Radwanska e decide título com Bacsinszky em Pequim

Em um duro confronto em Pequim, a espanhola Garbiñe Muguruza mostrou poder de superação neste sábado para vencer de virada a experiente Agnieszka Radwanska por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4. Na decisão do título na China, Muguruza vai enfrentar a suíça Timea Bacsinszky, responsável pela eliminação da sérvia Ana Ivanovic.

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2015 | 12h02

Muguruza conquistou o direito de disputar sua segunda final seguida na Ásia ao mostrar maior regularidade ao longo de toda a partida contra Radwanska, principalmente no saque. A partida foi marcada por 14 quebras de saque. A polonesa levou a pior ao sofrer oito delas. A quinta cabeça de chave venceu a quarta pré-classificada em 2h13min de duelo, confirmando a boa sequência neste momento da temporada.

Em Wuhan, onde foi vice-campeã, eliminou rivais como a alemã Angelique Kerber e Ana Ivanovic. Os resultados devem levar Muguruza ao quarto lugar no ranking da WTA, consolidando sua vaga no Masters da WTA, que reunirá as oito melhores tenistas da temporada, em Cingapura.

Já o triunfo de Timea Bacsinszky sobre Ivanovic embolou a disputa pelo Masters. A suíça deve aparecer no Top 10 pela primeira vez na carreira no ranking a ser atualizado na segunda-feira e aumentou suas chances de classificação. Neste sábado, ela bateu a ex-número 1 do mundo por 5/7, 6/4 e 6/1.

Ivanovic, que vinha em boa forma, com direito a uma vitória sobre Venus Williams na chave, sucumbiu aos próprios erros. Foram 11 duplas faltas. Tal irregularidade no saque geraram 20 chances de quebra para Bacsinszky, que aproveitou sete oportunidades. A suíça fechou a partida em 2h20min de confronto. Vai disputar no domingo sua quarta final no ano - já venceu duas. Muguruza, por sua vez, chega a uma final pela terceira vez em 2015, sendo que uma delas foi em Wimbledon.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.