Dan Himbrechts / EFE
Dan Himbrechts / EFE

Muguruza vence holandesa, mas abandona Torneio de Sydney por lesão

Com problema na perna, última cabeça de chave da competição está fora

Estadão Conteúdo

10 Janeiro 2018 | 12h02

Campeã de Wimbledon em 2017, Garbiñe Muguruza abandonou nesta quarta-feira o Torneio de Sydney após vencer o seu jogo pelas oitavas de final por causa de uma lesão na perna. Com isso, esta foi a segunda vez que a número 2 do mundo desistiu de um evento no início da temporada 2018 por problemas físicos.

+ De virada, Kerber elimina Venus Williams no Torneio de Sydney

+ Antes do Aberto da Austrália, Djokovic vence Thiem no seu retorno às quadras

A espanhola, que na semana passada se retirou no terceiro set da sua primeira partida no Torneio de Brisbane por causa de cãibras na perna, havia derrotado nesta quarta a holandesa Kiki Bertens, a 32ª colocada no ranking da WTA, por 6/3 e 7/6 (8/6), no seu jogo de estreia em Sydney.

Mas uma lesão muscular na perna direita fez com que Muguruza desistisse do seu próximo encontro, garantindo a passagem às semifinais daquela que seria a sua rival, a australiana Daria Gavrilova (25ª), que fez 6/4 e 6/2 na compatriota Sam Stosur(42ª).

Com a desistência de Muguruza, o Torneio de Sydney não tem nenhuma cabeça de chave viva. A adversária de Gavrilova nas semifinais vai sair do confronto entre a checa Barbora Strycova e a norte-americana Ashleigh Barty. Do outro lado da chave, os duelos das quartas de final serão: Camila Giorgi (Itália) x Agnieszka Radwanska (Polônia) e Dominika Cibulkova (Eslováquia) x Angelique Kerber (Alemanha).

HOBART

As quartas de final do Torneio de Hobart também estão definidas. E eles serão Aryna Sabalenka (Bielo-Rússia) x Lesia Tsurenko (Ucrânia), Mihaela Buzarnescu (Romênia) x Alison Riske (Estados Unidos), Donna Vekic (Croácia) x Heather Watson (Grã-Bretanha) e Monica Niculescu (Romênia) x Elise Mertens (Bélgica).

Mais conteúdo sobre:
tênis Garbiñe Muguruza

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.