Saeed Khan / AFP
Saeed Khan / AFP

Mundo do tênis se mobiliza pelas vítimas dos incêndios na Austrália

Nick Kyrgios e Alex de Minaur, australianos, prometem doar dinheiro a cada ace que fizerem na ATP Cup

AFP, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2020 | 04h30

O mundo do tênis, que tradicionalmente começa sua temporada na Austrália, iniciará uma arrecadação de fundos para as vítimas dos incêndios no país, após um apelo feito nesta quinta-feira pelo jogador australiano Nick Kyrgios.

"Vamos @TennisAustralia!. Podemos com certeza organizar uma exibição antes do @AustralianOpen para arrecadar fundos para as vítimas dos incêndios", tuitou o jogador de 24 anos, mais conhecido por suas polêmicas.

O tenista disse que vai destinar 200 dólares australianos (o equivalente a R$ 562) para cada 'ace' que conseguir durante o verão australiano. Seu compatriota Alex De Minaur o apoiou na ideia e afirmou que dará 250 dólares australianos (R$ 702,50) para cada 'ace'.

Enquanto isso o presidente da federação australiana (Tennis Australia), Craig Tiley, anunciou a organização de "um certo número de coletas e de operações de apoio durante a ATP Cup, o Aberto da Austrália (20 de janeiro - 2 de fevereiro) e outros eventos durante as próximas semanas".

Desde o início da época dos incêndios, no início de setembro, ao menos 18 pessoas morreram na Austrália e várias milhares tiveram que deixar seus domicílios devido ao avanço das chamas. Os incêndios são o tema mais discutido antes da ATP Cup, competição por equipes que começa na sexta-feira em Brisbane, Perth e Sydney, lugares onde o ar foi contaminado por uma nuvem de fumaça tóxica provocada por estes fogos.

Os organizadores anunciaram que médicos especialistas vão monitorar as condições de jogo e que as partidas serão suspensas se for necessário. "Estamos, é claro, preocupados com isto (os incêndios), mas estamos todos preparados para jogar", declarou o capitão búlgaro, Grigor Dimitrov.

"Por enquanto, não sofremos muito em relação à qualidade do ar. Acho que nesse sentido tudo deve correr bem nas partidas", disse o belga David Goffin. O número 2 do mundo, Novak Djokovic, que vai jogar a fase de grupos em Brisbane com a Sérvia, enviou uma mensagem de apoio no Twitter depois de ter visitado um santuário de coalas.

"É muito triste saber que muitas pessoas e animais perderam suas casas nos incêndios. Meus pensamentos e meu apoio para todas as vítimas", escreveu. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.