Murray arrasa Kokkinakis e abre vantagem para Grã-Bretanha na semifinal da Davis

Atual terceiro tenista do ranking mundial, Andy Murray arrasou Thanasi Kokkinakis por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/0 e 6/3, nesta sexta-feira, em Glasgow, na Escócia, e fez a Grã-Bretanha sair na frente da Austrália no confronto que os dois países travam pelas semifinais da Copa Davis.

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2015 | 12h17

O escocês precisou de apenas 1h47min para liquidar o 72º colocado do ranking da ATP no primeiro jogo da série melhor de cinco do duelo entre os dois países. Em outro duelo previsto para esta sexta, o britânico Daniel Evans, apenas o 300º tenista do mundial, desafiará o favoritismo de Bernard Tomic, o número 1 australiano e o 23º do mundo na atualidade, que buscará o empate para a sua nação.

Grande nome destas semifinais da Davis, Murray fez valer com autoridade a sua maior categoria no piso duro na quadra coberta da Emirates Arena e não deu chances ao rival. Sem oferecer nenhuma chance de quebra de saque ao adversário em toda a partida, o britânico converteu seis de 12 break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Para se ter uma ideia da superioridade de Murray, que fez 10 aces na partida, Kokkinakis conseguiu ganhar apenas três dos 41 pontos que disputou quando o seu adversário encaixou o seu primeiro serviço. Para completar, o ídolo da casa contabilizou 42 winners, contra apenas 16 bolas vencedoras do australiano.

BÉLGICA X ARGENTINA - Na outra semifinal em andamento pela Copa Davis, David Goffin fez a Bélgica abrir 1 a 0 sobre a Argentina, em Bruxelas, ao vencer Federico Delbonis por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 7/6 (7/3) e 6/3.

Em vantagem atuando em casa, os belgas agora terão a chance de abrir 2 a 0 na série melhor de cinco partidas no jogo em que o local Steve Darcis enfrentará Leonardo Mayer, também nesta sexta-feira.

WAWRINKA NO SUFOCO - Os confrontos válidos pela repescagem do Grupo Mundial da Davis também já começaram a ser disputados nesta sexta. Em um deles, Stan Wawrinka sofreu muito para confirmar favoritismo diante de Thiemo de Bakker no primeiro jogo do duelo entre Suíça e Holanda, em Genebra. O quarto colocado do ranking mundial precisou de 3h09min para bater o atual 144º tenista do mundo por 3 sets a 2, com parciais de 2/6, 6/3, 4/6, 6/3 e 7/5.

Sem nada a perder no piso indoor coberto reservado para o confronto, De Bakker chegou a estar duas vezes na frente na partida e aproveitou cinco de 12 chances de quebrar o saque do atual campeão de Roland Garros, que converteu seis de nove break points para reagir e liquidar o jogo em 3 a 2.

Após o duelo vencido por Wawrinka, o astro Roger Federer entrará com favoritismo ainda maior em quadra, ainda nesta sexta, para encarar o desconhecido Jesse Huta Galung, 436º tenista do mundo, e abrir 2 a 0 para a Suíça, atual campeã da Davis, no confronto com os holandeses.

OUTROS CONFRONTOS - Três confrontos entre países na repescagem da Davis já fecharam o seu primeiro dia de disputas nesta sexta. E tudo ficou empatado no embate entre as nações. Em um deles, em Nova Délhi, Lukas Rosol venceu Yuki Bhambri por 3 sets a 0, com 6/2, 6/1 e 7/5, e abriu 1 a 0 para a República Checa, campeã da competição em 2012 e 2013, sobre a Índia. Em seguida, porém, Somdev Devvarman, o 164º tenista do mundo, surpreendeu Jiri Vesley, o 40º, com um triunfo por 7/6 (7/3), 6/4 e 6/3 para os indianos.

Já o confronto realizado em Tashkent, no Usbequistão, começou nesta sexta com Denis Istomin superando Steve Jonhson por 3 sets a 2, com 6/1, 3/6, 7/6 (7/5), 6/7 (3/7) e 7/5, abrindo assim vantagem de 1 a 0 sobre os Estados Unidos. Na sequência, entretanto, Jack Sock deixou tudo igual para os norte-americanos ao derrotar Farrukh Dustov por 7/5, 6/3 e 6/2.

Também nesta sexta, em Irkutsk, na Rússia, Teymuraz Gabashvili abriu 1 a 0 para a nação anfitriã do duelo ao superar o italiano Simone Bolelli por 3 sets a 0, com 7/6(7/2), 6/1 e 6/3. Em seguida, porém, Fabio Fognini empatou para a Itália ao passar por Andrey Rublev por 7/6 (10/8), 6/2 e 6/2.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.