Don Emmert/AFP
Don Emmert/AFP

Murray arrasa na estreia do US Open e irá encarar espanhol na segunda rodada

Britânico faz 3 sets a 0 sobre o checo Lukas Rosol em Nova York

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2016 | 09h15

Atual bicampeão olímpico e vivendo grande fase, Andy Murray não teve problemas para confirmar o favoritismo em sua estreia no US Open. Segundo cabeça de chave do Grand Slam realizado em Nova York, o tenista britânico arrasou o checo Lukas Rosol por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 6/2, para se garantir na segunda rodada da competição no último jogo disputado na programação de confrontos desta terça-feira.

Vice-líder do ranking mundial, o escocês assim se credenciou para enfrentar na próxima fase o espanhol Marcel Granollers, que poucas horas mais cedo na terça à noite estreou nos Estados Unidos derrotando o argentino Juan Monaco por 3 sets a 0, com 7/6 (7/5), 7/6 (7/2) e 6/4.

No confronto diante de Rosol, atual 81º colocado do ranking mundial, Murray foi dominante. Além de confirmar todos os seus saques sem oferecer nenhuma chance de quebra ao adversário, ele converteu cinco de 13 break points para assegurar o seu triunfo em 1h51min de duelo.

Com 11 aces, Murray ainda viu Rosol errar muito. O checo cometeu oito duplas-faltas com o serviço na mão e ainda contabilizou 45 erros não-forçados, com apenas 17 do britânico, que ganhou 83% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro saque.

Contra Granollers na segunda rodada, Murray irá defender uma vantagem de seis vitórias em sete jogos contra o espanhol, atual 45º colocado do ranking mundial, que só conseguiu levar a melhor sobre o britânico uma vez na carreira, em 2013, no piso de saibro do torneio Masters 1000 de Roma. No último duelo entre os dois, realizado neste ano, o escocês venceu em sets diretos no Masters de Indian Wells, também nos Estados Unidos, e em quadra dura como a do US Open.

Outras duas partidas encerraram a programação de jogos da noite de terça-feira em Nova York. O australiano Nick Kyrgios e o francês Gilles Simon também confirmaram a condição de respectivos 14º e 30º cabeças de chave em suas estreias. O primeiro deles passou pelo britânico Aljaz Bedene por triplo 6/4, enquanto Simon superou o checo Radek Stepanek por 6/3, 6/1 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.