Murray avança em Wimbledon e Hewitt volta à boa forma

Andy Murray teve pouco trabalho durante partida em Wimbledon nesta quinta-feira enquanto Lleyton Hewitt, o homem que já ergueu o troféu que o escocês tanto deseja, também avançou à terceira rodada.

MARTYN HERMAN, REUTERS

25 de junho de 2009 | 17h13

Diante de 15.000 fãs, Murray derrotou Ernests Gulbis, da Letônia, por 6-2, 7-5, 6-3, seguindo na luta para se tornar o primeiro campeão britânico do torneio masculino em 73 anos.

O obstinado australiano Hewitt, campeão do torneio em 2002, também avançou, ao ter desempenho clássico ao despachar o argentino Juan Martin del Potro, cabeça-de-chave número cinco, por 6-3, 7-5, 7-5.

"Foi uma grande vitória. Queria derrotar um cara que estivesse entre os cinco melhores", disse Hewitt, o ex-número um do mundo, atualmente na 56a posição no ranking. "Foi bem divertido estar lá".

Del Potro, que parecia estar tão confortável na grama quanto uma girada num ringue de gelo, foi cortês na derrota.

"Ele jogou uma partida muito boa", disse o argentino a repórteres. "Ele é um dos meus ídolos. Eu disse a ele: você está em boa forma novamente, então estou feliz por você e boa sorte."

Tudo o que sabemos sobre:
TENISWIMBLEDONMASCULINO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.