Julian Abram/EFE
Julian Abram/EFE

Murray avança na Austrália com abandono de Nadal

Com dores no joelho direito, atual campeão do torneio desiste no terceiro set e dá vitória ao britânico

AE, Agencia Estado

26 de janeiro de 2010 | 10h00

As dores no joelho direito voltaram a atrapalhar o desempenho de Rafael Nadal. Nesta terça-feira, o tenista espanhol não resistiu aos problemas e abandonou a partida contra Andy Murray durante o terceiro set. Assim, foi eliminado nas quartas de final do Aberto da Austrália.

Murray havia vencido os dois primeiros sets, por 6/3 e 7/6 (7/2), e liderava o terceiro por 3/0, quando Nadal desistiu de seguir em quadra. Ainda sem perder um set no primeiro Grand Slam do ano, o tenista britânico vai enfrentar o croata Marin Cilic, que eliminou o norte-americano Andy Roddick (7/6, 6/3, 3/6, 2/6 e 6/3), nas semifinais.

No primeiro set, Murray e Nadal tiveram o serviço ameaçado inúmeras vezes. O britânico conseguiu duas quebras, no quarto e no sexto game, contra uma do espanhol, e assim triunfou por 6/3.

Atual campeão do Aberto da Austrália, Nadal conseguiu uma quebra de serviço no sexto game do segundo set, abrindo 4/2. Porém, Murray deu troco em seguida e levou o duelo para o tie-break. O britânico foi melhor e fechou a disputa em 7/2, fazendo 2 a 0 no confronto.

No terceiro set, Nadal pediu atendimento médico após perder o primeiro game. Ele seguiu em quadra, mas tinha dificuldades para se movimentar em quadra e decidiu abandonar a partida após a disputa do terceiro game.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.