Murray bate Blake e faz história no Torneio de Queens

Escocês tornou-se o primeiro britânico a ser campeão do torneio na era profissional do tênis

AE, Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 11h51

O escocês Andy Murray conquistou mais que seu primeiro título na grama, neste domingo, no Queens Club. Ao vencer o norte-americano James Blake por 2 sets a 0, com 7/5 e 6/4, ele encerrou uma espera que durava sete décadas, e tornou-se o primeiro britânico a ser campeão do torneio na era profissional do tênis.

Veja também:

link Melo e Sá perdem e ficam com mais um vice em Queens

Desde 1969, quando o torneio entrou para o calendário profissional, houve seis vice-campeonatos de britânicos: John Paish, Roger Taylor e Mark Cox falharam uma vez cada; Tim Henman perdeu três decisões. O último título fora em 1938, com Bunny Austin.

Na partida que encerrou a escrita no Clube da Rainha, Murray aproveitou-se mais uma vez da eficiência no saque. Foram sete aces contra apenas um de Blake, e 82% dos pontos vencidos quando jogou com o primeiro serviço.

Murray cedeu apenas dois break points a Blake, e o rival aproveitou uma chance. Já o escocês teve três oportunidades de quebrar o serviço do rival - e aproveitou todas elas.

Com o título, Murray vai embalado para o Grand Slam de Wimbledon, também disputado na grama. E no All England Club ele terá de superar uma sina ainda maior do que a de Queens: desde o tricampeonato de Fred Perry, entre 1934 e 1936, um britânico não conquista o título.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisQueensAndy MurrayJames Blake

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.