Danny Moloshok/Reuters
Danny Moloshok/Reuters

Murray bate facilmente taiwanês e vai às oitavas em Indian Wells

Com 2 sets a 0 em apenas 1h28min, britânico vai enfrentar agora o argentino Carlos Berlocq

O Estado de S. Paulo,

13 de março de 2013 | 10h20

INDIAN WELLS - O britânico Andy Murray não enfrentou dificuldades para se garantir nas oitavas de final do Masters 1000 de Indian Wells. Na noite de terça, o número 3 do mundo avançou no torneio norte-americano ao derrotar o taiwanês Yen-Hsun Lu, 79º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1 hora e 28 minutos.

Na partida, Murray teve mais dificuldades no primeiro set, quando conseguiu duas quebras de serviço, mas precisou salvar cinco break-points. Na segunda parcial, o britânico não teve tantas dificuldades para confirmar o seu saque e conseguiu novamente duas quebras.

Assim, Murray conseguiu se vingar da derrota para Yen-Hsun Lu no torneio de tênis da Olimpíada de Pequim, em 2008. Nas oitavas de final na Califórnia, o seu adversário será o argentino Carlos Berlocq, número 85 do mundo, que surpreendeu ao bater o japonês Kei Nishikori, 16º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com um duplo 6/2. O britânico está em busca do seu primeiro título em Indian Wells.

Número 7 do mundo, Juan Martin del Potro também avançou às oitavas de final do Masters 1000 de Indian Wells ao vencer na noite de terça-feira o alemão Bjorn Phau, 121º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5, em 1 hora e 33 minutos.

Del Potro dominou completamente o primeiro set da partida e, com um estilo agressivo, conseguiu duas quebras de saque. Na segunda parcial, Phau chegou a equilibrar o duelo, mas foi superado pelo argentino que fechou o jogo ao converter o seu segundo match-point. O próximo adversário de Del Potro será o alemão Tommy Haas, número 19 do mundo, que passou pelo espanhol Nicolas Almagro.

FEMININO - A russa Maria Kirilenko se tornou na noite de terça a única tenista que não entrou no Torneio de Indian Wells como uma das oito principais cabeças de chave a avançar às quartas de final. Para isso, a número 15 do mundo superou a polonesa Agnieszka Radwanska, quarta colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 4/6 e 7/5. Nas quartas de final, Kirilenko vai encarar a checa Petra Kvitova, que eliminou a compatriota Klara Zakopalova.

Também na noite de terça, a alemã Angelique Kerber venceu a espanhola Garbine Muguruza Blanco por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5. Agora, ela vai enfrentar a australiana Samantha Stosur, que derrotou a alemã Mona Barthel por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/3.

A dinamarquesa Caroline Wozniacki também se garantiu nas quartas de final do Torneio de Indian Wells ao vencer a russa Nadia Petrova por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/3. Ela vai disputar uma vaga nas semifinais com a bielo-russa Victoria Azarenka.

DUPLAS - Os tenistas brasileiros conquistaram duas vitórias na noite de terça-feira na chave de duplas do Masters 1000 de Indian Wells e avançaram às quartas de final. Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya derrotaram os espanhóis Marcel Granollers e Marc Lopez por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Agora, eles vão enfrentar o australiano Paul Hanley e o britânico Colin Fleming.

Já Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig superaram o búlgaro Grigor Dimitrov e o dinamarquês Frederik Nielsen, Denmark por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (1/7), 6/1 e 10/8. Em busca de uma vaga nas semifinais, eles vão encarar o mexicano Santiago Gonzalez e o norte-americano Scott Lipsky.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAndy MurrayIndian Wells

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.