Tim Ireland|AP
Tim Ireland|AP

Murray derrota Raonic em final e faz história em Queen's

Britânico bate recorde de conquistas na competição londrina

Estadão Conteúdo

19 de junho de 2016 | 14h16

Andy Murray superou o potente saque de Milos Raonic neste domingo para fazer mais uma vez história no tênis britânico. Ao virar sobre o canadense pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 6/7(5/7), 6/4 e 6/3, o escocês se sagrou campeão do Torneio de Queen's pela quinta vez, um recorde na história da competição londrina, de nível ATP 500.

Murray, que defendia o título conquistado em 2015, também levantou o troféu em 2009, 2011 e 2013. Assim, deixou para trás uma lista de jogadores que venceram quatro vezes em Queen's, como o norte-americano Andy Roddick, o australiano Lleyton Hewitt, o alemão Boris Becker e o americano John McEnroe e o australiano Roy Emerson.

Em clima de preparação para Wimbledon, Murray fez um duelo equilibrado com Raonic desde o início. Tanto que o set inicial terminou sem sequer uma chance de quebra entre os dois tenistas. Após perder no tie-break, o tenista da casa reagiu na segunda parcial, faturando duas quebras de saque, apesar do bom rendimento do canadense no fundamento.

Conhecido pelos saques velozes, Raonic cravou 14 aces na partida e teve aproveitamento de 77% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. Mas nada disso impediu que Murray obtivesse outras duas quebras no terceiro set, selando a vitória e confirmando o título após 2h13min de confronto.

Com o resultado, o escocês chegou ao seu 37º título na carreira, sendo o sétimo na grama, e o primeiro desde o retorno da parceria com o técnico Ivan Lendl.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.