Murray é eliminado em Monte Carlo; Nadal e Djokovic avançam

Uma série de erros tirou o tenista número dois do mundo, Andy Murray, do Masters de Monte Carlo nesta quinta-feira, quando ele perdeu por 6-1 e 6-2 para o suíço Stanislas Wawrinka, na terceira rodada.

GREGORY BLACHIER, Reuters

18 de abril de 2013 | 15h18

Tomas Berdych, quarto cabeça-de-chave, também foi derrotado no primeiro grande evento de saibro da temporada, enquanto Rafael Nadal calmamente continuou sua campanha pelo nono troféu consecutivo em Monte Carlo com uma vitória por 6-4 e 6-2 sobre Philipp Kohlschreiber, da Alemanha.

O tenista número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic, que só confirmou tardiamente sua presença no torneio devido à uma lesão no tornozelo, superou o argentino Juan Monaco por 4-6, 6-2 e 6-2 para juntar-se a Nadal nas quartas de final.

Já o britânico Murray, que tem dito repetidamente que precisará de tempo para se adaptar ao saibro, parecia frustrado em quadra e conseguiu apenas oito pontos em seu próprio saque no primeiro set.

"Eu cometi muitos erros -- 24 erros não-forçados é demais... é para onde foi metade dos pontos", disse Murray, em entrevista coletiva. "Eu comecei a bater a bola mais curta, então ele conseguiu ditar o jogo."

Wawrinka, número 17 do ranking, que havia vencido os dois encontros anteriores entre ambos no saibro, classificou-se para as quartas pelo segundo ano consecutivo e agora vai enfrentar o francês Jo-Wilfried Tsonga, que derrotou o austríaco Juergen Melzer por 6-3 e 6-0.

O octacampeão Nadal marcou sua 44ª vitória consecutiva no principado e terá um encontro nas quartas de final com o 34º do ranking, Grigor Dimitrov, da Bulgária.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISMONTECARLOMURRAYELIMINADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.