AP
AP

Murray leva susto, mas supera o polêmico Kyrgios no US Open

Britânico não teve vida fácil e venceu por 3 sets a 1

Estadão Conteúdo

01 de setembro de 2015 | 23h32

Em busca do seu segundo título do US Open, o britânico Andy Murray não teve vida fácil no seu jogo de estreia na edição de 2015 do Grand Slam norte-americano, mas triunfou. Na noite desta terça-feira, o número 3 do mundo derrotou o australiano Nick Kyrgios, 37º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/3, 4/6 e 6/1, em 2 horas e 43 minutos.

Apesar de Murray ter sido campeão do US Open em 2012, muita das atenções na Arthur Ashe Stadium, a principal quadra de Flushing Meadows, estavam voltadas para Kyrgios, pois o australiano se envolveu recentemente em polêmica ao insultar o suíço Stan Wawrinka, o que lhe rendeu uma punição imposta pela ATP.

E ele voltou a protagonizar algumas cenas fora do tom, tendo discutido com a arbitragem, jogado a raquete no chão e "tirado um cochilo" antes do início do segundo set. Além disso, com a má fama adquirida, acabou sendo vaiado pelos torcedores.

Oscilando no início da partida, Murray perdeu o seu saque no terceiro game, mas devolveu a quebra de serviço na sequência. No 12º game, o britânico converteu mais um break point, fechando o primeiro set em 7/5. A segunda parcial da partida teve apenas uma quebra de serviço, no sexto game, favorável a Murray, que assim encaminhou o seu triunfo na parcial, definida em 6/3.

Kyrgios largou melhor no terceiro set, abrindo 2/0, mas Murray devolveu a quebra de saque na sequência, igualando o placar depois. No décimo game, porém, o britânico perdeu o seu serviço e a parcial para o australiano, que aplicou 6/4, forçando a realização do quarto set.

Mas tudo não passou de um susto para Murray, que se impôs logo no começo do quarto set, conseguindo uma quebra de serviço no primeiro game. Liderando o placar, o britânico converteu mais dois break points, no quinto e sétimo games, para fazer 6/1 e avançar no US Open, eliminando o polêmico Kyrgios.

Agora Murray terá pela frente o francês Adrian Mannarino, 35º colocado no ranking, contra quem está em vantagem de 2 a 0 no confronto direto. E, em caso de vitória, poderá encarar Thomaz Bellucci na terceira rodada - antes, o brasileiro terá que bater o japonês Yoshihito Nishioka.

WAWRINKA

Campeão de Roland Garros neste ano, o suíço Stan Wawrinka também avançou no seu jogo de estreia no US Open. O número 5 do mundo superou o espanhol Albert Ramos, 77º colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/4 e 7/6 (8/6), em 2 horas e 15 minutos.

Nos dois primeiros sets da partida, Wawrinka sofreu a primeira quebra de serviço, mas depois reagiu. Assim, assegurou a sua passagem para a segunda rodada em Nova York. Na sequência, ele terá pela frente o sul-coreano Hyeon Chung, que derrotou o australiano James Duckworth (6/3, 6/1 e 6/2).

OUTROS JOGOS

O australiano Lleyton Hewitt, que faz sua última participação no US Open, prolongou a sua presença em Flushing Meadows. Ele liderava o seu duelo com Alexander Nedovyesov por 6/0, 7/6 (7/2) e 1/0 quando o adversário abandonou o duelo, alegando estar lesionado.

Assim, Nedovyesov aumentou o número de abandonos na primeira rodada do US Open - foram sete apenas na segunda-feira. Agora o australiano de 34 anos terá pela frente o vencedor do confronto entre o compatriota Bernard Tomic e o bósnio Damir Dzumhur.

O francês Richard Gasquet também avançou com um abandono, do australiano Thanasi Kokkinakis, no quinto set, quando o placar era de 4/6, 6/1, 4/6, 6/3 e 2/0 favorável ao europeu. Seu próximo adversário é o holandês Robin Haase, que venceu o alemão Dustin Brown (4/6, 4/6, 6/3, 7/5 e 6/4).

O norte-americano John Isner derrotou por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/3 e 6/4, o tunisiano Malek Jaziri. Ele disparou 24 aces e não levou nenhum na partida. Seu oponente na segunda rodada será o russo Mikhail Youzhny, que passou pelo australiano John-Patrick Smith(6/1, 3/6, 7/5 e 7/6).

O croata Ivo Karlovic avançou na sua estreia ao superar o argentino Federico Delbonis por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/5 e 7/5. Agora ele terá frente o checo Jiri Vesely, que derrotou o italiano Paolo Lorenzi con um triplo 6/4.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.