Yann Coatsaliou / AFP
Yann Coatsaliou / AFP

Murray oscila, mas supera Muller na estreia em Montecarlo

Número 1 do mundo vence por 2 sets a 0

Estadao Conteudo

19 de abril de 2017 | 11h02

Sem disputar uma partida oficial desde 12 de março, quando caiu na sua estreia no Masters 1000 de Indian Wells, Andy Murray voltou às quadras nesta quarta-feira sem apresentar o alto nível que o colocou na liderança do ranking da ATP. Ainda assim, avançou às oitavas de final do Masters 1000 de Montecarlo.

Recuperado de uma lesão no cotovelo direito, o número 1 do mundo fechou o jogo com oito duplas faltas e 32 erros não-forçados, mas superou o luxemburguês Gilles Muller por 2 sets a 0, com um duplo 7/5, em 1 hora e 53 minutos, obtendo a sexta vitórias em seis compromissos contra o 28º colocado no ranking.

Sem ritmo, Murray perdeu o seu saque logo no primeiro game de serviço, em que cometeu três duplas-faltas, e demorou a reagir. O britânico só foi devolver a quebra de saque no décimo game, quando Muller poderia fechar o set. Não conseguiu e viu o britânico conquistar a virada ao converter mais um break point, no 12º game.

No segundo set, Murray perdeu de novo o seu saque no primeiro game, mas deu o troco na sequência. E novamente no 12º, quando Muller poderia forçar a realização do tie-break na parcial, o britânico conseguiu a quebra de serviço para triunfar, avançando às oitavas de final.

Sem nunca ter disputado uma decisão do Masters 1000 de Montecarlo, Murray agora terá pela frente o espanhol Albert Ramos-Viñolas, número 24 do mundo, que passou nesta quarta pelo argentino Carlos Berlocq ao superá-lo por duplo 6/2. O duelo é inédito.

WAWRINKA PERDE SET, MAS AVANÇA - Número 3 do mundo, o suíço Stan Wawrinka também oscilou no seu jogo de estreia em Montecarlo, tanto que perdeu um set, mas superou o checo Jiri Vesely, o 54º colocado no ranking, por 6/2, 4/6 e 6/2, em 1 hora e 24 minutos.

Esta foi a segunda vitória de Wawrinka em dois duelos com Vesely. Agora, nas oitavas de final, ele fará um confronto inédito. O suíço terá pela frente o uruguaio Pablo Cuevas, o número 27 do mundo.

OUTROS JOGOS - Número 8 do mundo, o croata Marin Cilic venceu fácil o francês Jeremy Chardy (71º) por 6/3 e 6/0. O seu próximo rival vai ser o checo Tomas Berdych, número 12 do mundo, que bateu, de virada, o veterano alemão Tommy Haas (hoje apenas o 655º colocado no ranking) por 3/6, 6/1 e 6/4.

O austríaco Dominic Thiem, número 9 do mundo, se garantiu nas oitavas de final ao bater o holandês Robin Haase (46º) por 6/3 e 6/2, e agora terá pela frente o belga David Goffin.

Já o espanhol Pablo Carreño Busta, número 19 do mundo, aplicou um duplo 6/4 no russo Karen Khachanov (52º) e será o próximo rival do sérvio Novak Djokovic no Masters 1000 de Montecarlo.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.