Justin Tallis|AFP
Justin Tallis|AFP

Murray passa sufoco, mas põe britânicos nas quartas da Davis

Escocês ganha batalha com Nishikori após 4h54

Estadão Conteúdo

06 de março de 2016 | 17h24

Atual campeã, a Grã-Bretanha eliminou o Japão no Grupo Mundial da Copa Davis com uma vitória por 3 a 1 na série melhor de cinco jogos do confrontos entre as nações, em Birmingham. Neste domingo, Andy Murray, tenista número 2 do ranking mundial, precisou de quase cinco horas de partida (4h54) para derrotar Kei Nishikori (6º da ATP), por 7/5, 7/6 (8/6), 3/6, 4/6 e 6/2, e sacramentar a classificação às quartas de final da tradicional competição.

Murray venceu os dois primeiros sets com muita dificuldade. No primeiro, a quebra aconteceu no 12º game. No seguinte, o britânico teve que salvar um set point no tie-break até fechar em 8/6. No terceiro, o japonês foi superior com uma quebra no oitavo game e ganhou moral para a sequência da partida.

Nishikori chegou a quebrar duas vezes o saque de Murray no quarto set e abriu 5 a 2. O britânico esboçou uma reação, conseguiu uma quebra, mas a partida foi para o quinto set. Nishikori surpreendeu logo no início com uma quebra, mas o britânico impôs seu jogo nos três games seguintes, virou a partida e garantiu a vaga para a próxima fase.

SÉRVIA VIRA SOBRE O CASAQUISTÃO

Agora, os britânicos jogarão fora de casa contra a Sérvia, que eliminou o Casaquistão por 3 a 2. As partidas acontecem entre os dias 15 e 17 de julho. A classificação sérvia veio com uma virada neste domingo. Depois de terminar o sábado em desvantagem de 2 a 1, Djokovic sofreu para deixar tudo igual neste domingo em duelo também de quase cinco horas contra o casaque Mikhail Kukushkin - vitória por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (6/8), 7/6 (7/3), 4/6, 6/3 e 6/2.

No quinto e decisivo confronto, Viktor Troicki completou a virada ao derrotar Aleksandr Nedovyesov com facilidade por 6/2, 6/3 e 6/4. O anfitrião quebrou duas vezes o serviço adversário no primeiro e no segundo set. No terceiro set, Troicki precisou salvar dois break points no último game antes de conquistar a classificação às quartas de final.

CROÁCIA ELIMINA BÉLGICA

Em duelo realizado no saibro de Liege, os belgas iniciaram o domingo com esperanças de virar o confronto. David Goffin derrotou Marin Cilic por 6/4, 6/4, 3/6 e 7/5 e deixou o duelo empatado em 2 a 2. No quinto jogo da série, Borna Coric bateu Kimmer Coppejans por 7/6 (7/5), 6/2 e 6/2 e confirmou os croatas nas quartas de final. Agora, eles terão pela frente os Estados Unidos, fora de casa.

FRANÇA x CANADÁ

Em confronto definido já desde sábado, França e Canadá jogaram apenas para cumprir tabela neste domingo em solo francês. E, mesmo com a vantagem de 3 a 0 no placar, Richard Gasquet superou Philip Bester por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 7/6 (7/4). Em seguida, Frank Dancevic desistiu do jogo que travava com Jo-Wilfried Tsonga após ter perdido o primeiro set por 7/6 (9/7). Assim, a França fechou o confronto em 5 a 0.

ITÁLIA X SUÍÇA

Na mesma situação da França, pois no sábado também liquidou em 3 a 0 o confronto com a Suíça, a Itália foi outro país que cumpriu tabela com vitórias neste domingo. Paolo Lorenzi derrotou Antoine Bellier por 6/3 e 6/2, enquanto Marco Cecchinato superou Adrien Bossel por 6/3 e 7/5. Roger Federer e Stan Wawrinka, principais nomes da Suíça, não foram convocados para este embate entre as nações, sendo que o primeiro deles nem poderia ser chamado por ainda estar se recuperando de uma cirurgia no joelho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.