Robert Deutsch/USA Today Sports
Robert Deutsch/USA Today Sports

Murray perde de Verdasco e cai no US Open; Thiem e Wawrinka avançam

Britânico é eliminado na segunda rodada ao ser derrotado pelo espanhol, por 3 sets a 1

Estadão Conteúdo

29 Agosto 2018 | 20h46

Ainda tentando emplacar uma boa sequência de jogos no circuito, o escocês Andy Murray não conseguiu passar do seu segundo jogo no US Open, nesta quarta-feira. O ex-número 1 do mundo, atual 382º do ranking, não resistiu ao espanhol Fernando Verdasco e foi eliminado em quatro sets, com parciais de 7/5, 2/6, 6/4 e 6/4.

O duelo contra Verdasco foi apenas o nono de Murray neste ano, após cirurgia realizada no quadril, em janeiro. Ele voltara às quadras somente em junho e o US Open foi apenas o quinto torneio que o britânico disputou na temporada. Na estreia, o ex-líder do ranking derrotara o australiano James Duckworth por 3 sets a 1.

Murray sustentou um duelo equilibrado com Verdasco desde o início da partida, mas o espanhol apresentava postura mais agressiva, acuando o ex-número 1 do mundo. O atual 32º do ranking disparou 52 bolas vencedoras, contra 35 do britânico, que anotou 46 erros não forçados (diante de 48 do vencedor do jogo).

Com esta postura, Verdasco faturou sete quebras de saque, em dez oportunidades. Murray, por sua vez, obteve seis quebras em 15 chances. Curiosamente, o espanhol terminou o jogo com apenas cinco pontos a mais, no total, contra o rival, que venceu apenas pela segunda vez no circuito, em 15 partidas disputadas.

Campeão do US Open de 2012, Murray somou apenas 45 pontos nesta edição do Grand Slam norte-americano. Vai ganhar poucas posições no ranking, ainda sem conseguir entrar no Top 300.

Verdasco, na terceira rodada, vai duelar com o argentino Juan Martín del Potro. O embalado número três do mundo, semifinalista em Nova York no ano passado, eliminou o local Denis Kudla em três sets também nesta quarta.

RAONIC, WAWRINKA E THIEM VENCEM

Ainda nesta quarta, avançaram à terceira rodada o canadense Milos Raonic, o suíço Stan Wawrinka e o austríaco Dominic Thiem. Nono cabeça de chave, o tenista da Áustria precisou de 3h34min para superar o local Steve Johnson em cinco sets, com parciais de 6/7 (5/7), 6/3, 5/7, 6/4 e 6/1.

Na sequência, o vice-campeão de Roland Garros vai enfrentar outro tenista da casa. Taylor Fritz avançou também nesta quarta ao contar com o abandono do australiano Jason Kübler antes do início do quarto set. O local liderava o placar por 6/3, 3/6 e 6/3.

Raonic, 25º cabeça de chave, despachou o francês Gilles Simon por 6/3, 6/4 e 6/4. Na sequência, o canadense vai medir forçar com Stan Wawrinka, que tenta manter a recente boa fase, em seu retorno às quadras. Assim como Murray, o suíço passou por cirurgia e jogou poucas partidas neste ano. Nesta quarta, ele bateu o francês Ugo Humbert por 7/6 (7/5), 4/6, 6/3 e 7/5.

Também se garantiram na terceira rodada o sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão de Wimbledon, e o croata Borna Coric, uma dos destaques da nova geração. O primeiro, quinto cabeça de chave, superou o francês Jeremy Chardy por 6/2, 6/4 e 6/4. Coric, 20º pré-classificado, despachou o espanhol Roberto Carballes Baena por 7/6 (7/4), 6/2 e 6/3.

Já o grego Stefanos Tsitsipas, uma das sensações da temporada, foi eliminado de forma precoce no US Open. Ele foi derrotado pelo russo Daniil Medvedev por 6/4, 6/3, 4/6 e 6/3. Outro a avançar nesta quarta foi o sérvio Dusan Lajovic, ao superar o britânico Cameron Norrie por 6/2, 2/6, 6/4 e 6/4.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.