Murray se diz ansioso para jogar em casa na Olimpíada

Tenista número quatro do ranking da ATP, Andy Murray foi confirmado nesta quinta-feira como parte da equipe olímpica da Grã-Bretanha para os Jogos de Londres. Ele participará dos torneios de simples e de duplas e declarou que não vê a hora de atuar em casa, diante de sua torcida.

AE-AP, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 11h01

"Mal posso esperar para a Olimpíada começar. É um evento incrível e o fato de acontecer em casa torna isso ainda mais especial", declarou. "Ganhar uma medalha neste verão (europeu) é um de meus principais objetivos", completou o tenista de 25 anos, que jogará com seu irmão, Jamie, nas duplas.

Para alcançar esta meta, Murray precisará ter um desempenho muito melhor do que em Pequim, em 2008, quando acabou eliminado na primeira rodada. Mesmo assim, o britânico garantiu que guarda boas lembranças daquela Olimpíada. "Me lembro de ser parte da cerimônia de abertura em Pequim, o que foi uma atmosfera inacreditável e uma experiência única", afirmou.

Antes dos Jogos Olímpicos, no entanto, Andy Murray terá outra chance de jogar diante de sua torcida, na Inglaterra. Ele participará do Torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam do ano, que começará na próxima segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisOlimpíadaAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.