Murray sofre, mas supera Cilic e avança em Paris

O escocês Andy Murray teve trabalho nesta quinta-feira para alcançar as quartas de final do Masters 1000 de Paris. O número quatro do mundo sofreu para vencer o croata Marin Cilic por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (8/6), 3/6 e 6/3, em 2h07min de confronto.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2010 | 22h27

Com a vitória, Murray assumiu a posição de segundo favorito ao título, atrás apenas do suíço Roger Federer, já que o sérvio Novak Djokovic foi eliminado nesta quinta. Nas quartas de final, o tenista britânico terá pela frente o local Gael Monfils, que derrotou o espanhol Fernando Verdasco, também por 2 a 1 - 6/7 (4/7), 7/6 (7/2) e 7/5.

Para avançar na competição, o escocês precisou mostrar poder de reação diante de Cilic, em confronto marcado pelo potente saque dos dois tenistas. Murray começou atrás no placar, ao perder o serviço no quinto game, e só faturou o primeiro set, no tie-break, depois de devolver a quebra quando Cilic sacava para fechar a parcial.

O croata não se abateu com o revés e voltou ao jogo ao vencer o segundo set. Murray manteve a concentração e, mais uma vez, se recuperou no confronto. Faturou nova quebra logo no início da terceira parcial e, sem ter o saque ameaçado, liderou o set até fechar em 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.