Murray sofre, mas vence e vai às oitavas em Wimbledon

Quarto cabeça de chave em Wimbledon, Andy Murray sofreu para confirmar o seu favoritismo, nesta sexta-feira, mas garantiu vaga nas oitavas de final do Grand Slam disputado em Londres. O britânico precisou jogar duas horas e 56 minutos para superar o croata Ivan Ljubicic por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6, 6/1 e 7/6 (7/4), no jogo que fechou a programação do dia na competição.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2011 | 18h35

Com o resultado, Murray jogará por um lugar nas quartas de final contra o francês Richard Gasquet, que nesta sexta bateu o italiano Simone Bolelli por 3 sets a 0, com 6/3, 6/2 e 6/4.

Essa será a sexta vez que Murray enfrentará Gasquet, que leva vantagem de três vitórias a duas no retrospecto de confrontos entre os dois. Porém, nas duas últimas vezes em que os dois se encontraram em um Grand Slam, o britânico levou a melhor na edição de 2010 de Roland Garros e bateu o francês em um jogo de cinco sets em Wimbledon, há três anos.

Para superar Ljubicic nesta sexta, Murray mostrou força no saque, com o qual ganhou 78% dos pontos que disputou quando usou o seu primeiro serviço e contabilizou 15 aces. Para completar, o britânico esteve sólido no fundo de quadra, com 51 winners, e aproveitou cinco das 12 chances de quebrar o serviço do croata, que converteu três dos seis break-points cedidos pelo seu adversário.

CHUVA ATRAPALHA DE NOVO - Como tem acontecido desde segunda-feira, a chuva em Londres voltou a atrapalhar mais um dia de disputas em Wimbledon. Um dos prejudicados por ela nesta sexta foi Rafael Nadal, atual campeão e cabeça de chave número 1 do Grand Slam. O espanhol teve o seu jogo, válido pela terceira rodada, adiado para este sábado depois de vencer o primeiro set contra o luxemburguês Gilles Muller por 7/6, com 8/6 no tie-break.

O checo Tomas Berdych, sexto cabeça de chave, também terá de voltar à quadra neste sábado para tentar liquidar o duelo contra o norte-americano Alex Bogomolov Jr., depois de ter vencido os dois primeiros sets (6/2 e 6/4) e estar ganhando o terceiro por 4/3.

Já o francês Gael Monfils, pré-classificado como nono maior favorito ao título, voltará a jogar neste sábado com o seu duelo contra o polonês Lukasz Kubot rigorosamente empatado. Após perder o primeiro set por 6/3, devolveu o placar no segundo e viu o jogo ser paralisado quando a terceira parcial estava empatada em 3 a 3 e 40 a 40 no sétimo game.

O argentino Juan Martín del Potro, por sua vez, teve o seu confronto com o francês Gilles Simon, 15.º cabeça de chave, interrompido quando perdia o segundo set por 4/2, após ganhar o primeiro por 7/6 (10/8).

Murray só conseguiu finalizar o seu jogo nesta sexta-feira pelo fato de que atuou na quadra central, única do complexo de Wimbledon que conta com um teto retrátil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.