Murray toma susto, mas vira e vai à semifinal em Roma

O britânico Andy Murray tomou um susto, mas confirmou o seu favoritismo e garantiu vaga, nesta sexta-feira, nas semifinais do Masters 1.000 de Roma. Cabeça de chave número 4 do torneio disputado em quadras de saibro na Itália, o tenista chegou a ser derrotado pelo alemão Florian Mayer por 6/1 no primeiro set, mas depois aplicou duplo 6/1 para assegurar a vitória por 2 a 1.

AE, Agência Estado

13 de maio de 2011 | 09h29

Com o resultado, Murray agora aguarda pela definição do vencedor do confronto entre o sérvio Novak Djokovic, grande tenista desta temporada, e o sueco Robin Soderling. Segundo cabeça de chave em Roma, o tenista de Belgrado tentará alcançar a sua 35.ª vitória consecutiva no ano nesta sexta.

Caso confirme o seu favoritismo, Djokovic irá encarar Murray pela nona vez no circuito profissional, sendo que venceu cinco dos oito confrontos realizados até aqui, sendo o último deles por 3 sets a 0 na final do Aberto da Austrália deste ano.

Essa é a primeira vez que Murray avança à semifinal em Roma, depois de ter sido eliminado, na semana passada, pelo brasileiro Thomaz Bellucci nas oitavas de final do Masters 1.000 de Madri.

Nesta sexta-feira, Murray sofreu por causa da ineficiência do seu saque, com o qual teve apenas 55% de aproveitamento e ganhou 61% dos pontos que disputou quando usou o seu primeiro serviço. Do outro lado, porém, ele contou com a ajuda de um rival também instável no fundamento e que cedeu 13 break points, sendo seis deles aproveitados pelo britânico. Já o tenista alemão foi feliz em quatro das sete oportunidades que teve de quebrar o saque do adversário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.