Johannes Eisele/AFP
Johannes Eisele/AFP

Murray ultrapassa Federer e assume vice-liderança do ranking

Novak Djokovic segue disparado na primeira posição

Estadão Conteúdo

12 de outubro de 2015 | 10h10

Se o sérvio Novak Djokovic segue absoluto na liderança do ranking da ATP, a lista agora tem um novo número 2 do mundo. O britânico Andy Murray aproveitou o descarte de pontos do suíço Roger Federer para ultrapassá-lo e assumir a segunda posição da lista na atualização desta segunda-feira.

Líder disparado do ranking, Djokovic segue com 15.785 pontos após faturar o título do Torneio de Pequim, de nível ATP 500, no último fim de semana. Mas o segundo lugar agora é ocupado por Murray, mesmo que ele não tenha entrado em quadra na semana passada. Mas como Federer, que também não jogou na última semana, descartou mil pontos relativos ao título do Masters 1000 de Xangai do ano passado, eles trocaram de posição.

Murray agora é o segundo colocado, com 8.640 pontos, mas terá que descartar os 250 que conquistou ao ser campeão em Viena em 2014 na próxima atualização do ranking, enquanto Federer agora é o terceiro, com 8.420.

Bem mais atrás, está o suíço Stan Wawrinka, o quarto colocado, com 6.495 pontos, após ser campeão do Torneio de Tóquio, também de nível ATP 500, no último domingo. Ele é seguido pelo checo Tomas Berdych, que foi eliminado na primeira rodada em Pequim, e pelo japonês Kei Nishikori, semifinalista em Tóquio.

Vice-campeão em Pequim, Rafael Nadal retomou a condição de melhor tenista espanhol no ranking ao atingir o sétimo lugar com 4.060 pontos, ultrapassando o compatriota David Ferrer, agora o oitavo, com 3.945, após parar nas semifinais na China.

O canadense Milos Raonic continua na nona colocação e o sul-africano Kevin Anderson ascendeu duas posições e completa o Top 10, mesmo após uma semana em que caiu logo na sua estreia no Torneio de Tóquio.

Único tenista brasileiro entre os 100 melhores do mundo, Thomaz Bellucci foi eliminado na primeira rodada em Pequim na última semana e perdeu três posições nesta atualização da lista. Agora ele é o número 34 do mundo com 1.205 pontos.

DUPLAS

Campeão do Torneio de Tóquio no último domingo em parceria com o sul-africano Raven Klaasen, o brasileiro Marcelo Melo continua em terceiro lugar no ranking de duplas, com 7.070 pontos, atrás apenas dos irmãos Bryan, com 8.540. Bruno Soares é o 21º, André Sá ocupa o 44º lugar e Marcelo Demoliner é o número 78 do mundo.

CONFIRA O RANKING ATUALIZADO

1) Novak Djokovic (SER), 15.785 pontos

2) Andy Murray (GBR), 8.640

3) Roger Federer (SUI), 8.420

4) Stan Wawrinka (SUI), 6.495

5) Tomas Berdych (RCH), 4.910

6) Kei Nishikori (JAP), 4.710

7) Rafael Nadal (ESP), 4.060

8) David Ferrer (ESP), 3.945

9) Milos Raonic (CAN), 2.770

10) Kevin Anderson (RSA), 2.475

11) Richard Gasquet (FRA), 2.400

12) Marin Cilic (CRO), 2.350

13) John Isner (EUA), 2.280

14) Gilles Simon (FRA), 2.020

15) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 1.990

16) David Goffin (BEL), 1.970

17) Feliciano López (ESP), 1.725

18) Dominic Thiem (AUT), 1.600

19) Gael Monfils (FRA), 1.590

20) Bernard Tomic (AUS), 1.85

34) Thomaz Bellucci (BRA), 1.205

129) João Souza (BRA), 444

147) André Ghem (BRA), 396

151) Rogério Dutra Silva (BRA), 376

167) Guilherme Clezar (BRA), 308

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.