Murray vence com facilidade e avança em Wimbledon

Cabeça de chave número 4 em Wimbledon, o britânico Andy Murray não teve trabalho para vencer o finlandês Jarkko Nieminen nesta quinta-feira, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4, e 6/2, em uma hora e 42 minutos de partida. O confronto teve uma convidada ilustre na plateia: a Rainha Elizabeth II, que depois de 30 anos voltou a aparecer no All England Club.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 12h10

Com a vitória, o britânico avançou para a terceira rodada do Grand Slam inglês, na qual enfrentará o francês Gilles Simon, listado como 26.º favorito ao título. Simon nem precisou entrar em quadra para bater o ucraniano Illya Marchenko, que sentiu uma lesão e desistiu de disputar a partida.

Jogando um tênis consistente e com bons saques, Murray não deu chances para Nieminen, que não conseguiu imprimir seu ritmo na partida. No total, foram 18 aces para ele contra nenhum do finlandês, além de um aproveitamento 86% no primeiro serviço contra 68% do rival.

Em outra partida já completada nesta quinta-feira, o alemão Tobias Kamke passou pelo italiano Andreas Seppi em quatro sets, com parciais de 3/6, 6/2, 6/3 e 6/4, e também avançou para a terceira rodada de Wimbledon, na qual enfrentará o vencedor do confronto entre o francês Jo-Wilfried Tsonga e o ucraniano Alexandr Dolgopolov.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.