EFE/Erik S. Lesser
EFE/Erik S. Lesser

Murray vence fácil americano na estreia em Miami

Número 4 do mundo não teve dificuldades para bater Donald Young 

Estadão Conteúdo

27 Março 2015 | 16h21

O britânico Andy Murray estreou com uma vitória tranquila no Masters 1000 de Miami. Nesta sexta-feira, o número 4 do mundo repetiu o triunfo de semanas atrás sobre o norte-americano Donald Young pela Copa Davis, dessa vez superando o 44º colocado no ranking da ATP por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em 1 hora e 22 minutos.

No primeiro set, Murray abriu 4/0, com duas quebras de serviço. Young ainda devolveu uma delas, no oitavo game, mas acabou sucumbindo por 6/4. Assim como na primeira parcial, o britânico conseguiu duas quebras de saque, dessa vez no primeiro e quinto games. E como dessa vez não perdeu o seu saque, triunfou por 6/2, garantindo a sua passagem para a terceira rodada do Masters 1000 de Miami.

Com a vitória, Murray ampliou a sua vantagem no duelo com Young por 5 a 1 e segue na luta pelo terceiro título em Miami - os outros foram conquistados em 2009 e em 2013. Agora, o seu próximo adversário sairá do confronto entre o colombiano Santiago Giraldo e o holandês Robin Haase.

Também nesta sexta-feira, o checo Tomas Berdych teve dificuldades para vencer o sul-coreano Heyon Chung, de 18 anos e 121º colocado no ranking. O número 9 do mundo derrotou o jovem asiático por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1 hora e 24 minutos.

Berdych disparou nove aces, mas precisou de uma virada para triunfar no segundo set, em que chegou a estar perdendo por 4/1. Agora, na terceira rodada do Masters 1000 de Miami, ele terá pela frente o australiano Bernard Tomic, número 29 do mundo, que nesta sexta passou pelo norte-americano Austin Krajicek (7/6 e 7/5). Berdych lidera o confronto direto por 3 a 0.

Nos outros dois jogos já encerrados nesta sexta-feira em Miami, o sul-africano Kevin Anderson bateu o norte-americano Sam Querrey (6/7, 7/6 e 6/4) e o espanhol Guillermo García-López venceu o alemão Jan-Lennard Struff (6/4 e 6/4).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.