Murray x Tsonga fechará 1º dia do confronto entre Grã-Bretanha e França na Davis

A ordem dos jogos dos confrontos válidos pelas quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis, marcados para acontecer entre sexta-feira e domingo, foi sorteada nesta quinta. Sem o líder do ranking mundial, Novak Djokovic, em ação pela Sérvia no duelo diante da Argentina, em Buenos Aires, o embate mais esperado desta fase da competição será entre a Grã-Bretanha, de Andy Murray, e a França, em Londres.

Estadão Conteúdo

16 de julho de 2015 | 13h33

Atual terceiro tenista da ATP, Murray irá fechar o primeiro dia do duelo entre britânicos e franceses em partida diante de Jo-Wilfried Tsonga. Antes disso, também nesta sexta, James Ward irá encarar o favoritismo de Gilles Simon, hoje o 11º colocado do ranking, antes de Tsonga, o 12º da ATP, desafiar a força do grande ídolo escocês na grama do The Queen''s Club.

Curiosamente, Ricardo Gasquet, que foi semifinalista de Wimbledon na semana passada, acabou sendo descartado dos duelos de simples diante dos britânicos e está escalado apenas para a partida de duplas, marcada para sábado. Ao lado de Nicolas Mahut, o hoje 13º colocado do ranking mundial enfrentará Dominic Inglot e Jamie Murray, irmão de Andy.

Já para domingo estão previstos os últimos dois duelos de simples. E para este dia Murray está escalado para abrir as disputas diante de Simon, antes de Ward encarar Tsonga na partida final. Grande astro deste embate entre as duas nações, Murray voltará a jogar uma semana depois de ter sido eliminado pelo suíço Roger Federer nas semifinais de Wimbledon, quando caiu por 3 sets a 0. Gasquet, por sua vez, também caiu em sets diretos diante Djokovic na outra semifinal.

ARGENTINA X SÉRVIA - Sem contar com Djokovic, que não foi convocado, a Sérvia contou com uma surpresa na lista de jogadores escalados para encarar a Argentina em Buenos Aires, no piso de saibro. Janko Tipsarevic, ex-Top 10 que treinou nesta semana com uma proteção no joelho direito, acabou substituído por Filip Krajinovic, atual 87º colocado do ranking.

Krajinovic, por sinal, fará o primeiro duelo desta sexta diante de Leonardo Mayer, antes de Federico Delbonis, escolhido como número 2 da Argentina neste confronto, fechar o dia diante de Viktor Troicki, o número 1 sérvio.

Já para sábado Carlos Berlocq e Diego Schwartzman foram escalados para encarar Dusan Lajovic e Nenad Zimonjic, enquanto no domingo Mayer encara Troicki e em seguida Delbonis mede forças com Krajinovic. Listado apenas para a dupla, Schwartzman hoje tem melhor ranking de simples (65º) que Delbonis, o atual 77º do mundo.

Os outros dois duelos das quartas de final serão entre Bélgica e Canadá, em solo belga, no saibro, e entre Austrália e Casaquistão, em Darwin (AUS), no piso de grama. No último deles, destaque para a presença de Lleyton Hewitt, ex-líder do ranking mundial, no jogo de duplas de sábado. O ídolo local disputou Wimbledon pela última vez nesta edição passada do Grand Slam realizado em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.