Muster diz que se aposentará definitivamente em outubro

O austríaco Thomas Muster anunciou nesta quarta-feira que vai se aposentar definitivamente do tênis no próximo mês, após a disputa do Torneio de Viena. O ex-número 1 do mundo, que completará 44 anos no próximo mês, retornou ao tênis profissional na temporada passada após 11 anos de afastamento. "Você não deve se arrastar para sempre", disse Muster nesta quarta-feira. "Eu queria reviver o tênis competitivo novamente e eu realmente gostei".

AE, Agência Estado

21 de setembro de 2011 | 10h25

Muster é atualmente o número 847 do mundo, depois de vencer duas das 18 partidas que disputou em torneios de nível challenger. Em torneios de nível ATP, o austríaco perdeu os dois jogos que disputou. "Viena será definitivamente a minha última aparição em um evento ATP", disse o austríaco, que foi o número 1 do mundo durante seis semanas em 1996.

Herwig Straka, diretor do Torneio de Viena, confirmou que Muster receberá um convite para participar do torneio, que começará a no dia 22 de outubro. O austríaco disputou o torneio pela primeira vez há 27 anos, se classificando para três finais, mas perdendo todas.

"Eu tenho feito bons progressos este ano, mas minha idade está contando", disse Muster. "Para mim, eu sei que ainda é possível se eu ainda me esforçar mais para isso. Mas eu tenho uma família e também iria chegar ao meu limite físico um dia".

Muster se tornou o primeiro austríaco a vencer um torneio do Grand Slam, ao faturar o troféu de Roland Garros em 1995. Ele é o tenista mais bem sucedido de seu país, tendo conquistado 44 títulos.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisThomas Musteraposentadoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.