Myskina é campeã do WTA de Moscou

Decidida a mostrar para seu povo que a conquista do título de Roland Garros não foi por acaso, Anastasia Myskina derrotou Elena Dementieva - sua adversária na final de Paris este ano - por 7/5 e 6/0 e ganhou o torneio de Moscou pelo segundo vez consecutiva. No primeiro set, a campeã chegou a estar perdendo por 5 a 3 e marcou nove games seguidos para ganhar a partida."Joguei muito decidida. Estava disposta a provar para meu povo que mereci ganhar Roland Garros", disse Myskina, que nos tempos de juvenil e nos primeiros anos de profissional costumava perder freqüentemente para Elena Dementieva, dando margens aos comentários de que venceu em Paris por acaso.No lado masculino, o título de Moscou ficou para outro russo. Nickolay Davydenko ganhou na final de Greg Rusedski por 3/6, 6/3 e 7/5. Em Tashkent, no Usbesquitão, surge mais uma estrela do Leste Europeu. A checa Nicole Vaidisova, com apenas 15 anos, ganhou seu primeiro título de um torneio do WTA Tour ao vencer Virginia Razzano na final por 5/7, 6/3 e 6/2. A norte-americana Tracy Austin mantém-se como a mais jovem vencedora de um WTA, que ganhou um título em 1977 com 14 anos e 28 dias.E numa maratona de 3h35 minutos, o espanhol Feliciano Lopez ganhou o ATP de Viena ao bater o argentino Guillermo Cañas por 6/4, 1/6, 7/5, 3/6 e 7/5. Em Metz, na França, o francês Jerome Haehnel ganhou seu primeito título ao vencer o compatriota Richard Gasquet por 7/6 e 6/3. Haehnel, número 185 do mundo, em Roland Garros este ano, eliminou Andre Agassi na primeira rodada.No Masters Series de Madri, sem jogadores como Roger Federer, Lleyton Hewitt e Andy Roddick, entre outros desfalques, os dois principais favoritos são Tim Henman e Andre Agassi. O tenista norte-americano joga por uma boa campanha para tentar conquistar uma das quatro vagas - de um total de oito - restantes para o Masters Cup de Houston.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.