STF/AFP
STF/AFP

Na final mais alta do circuito, Anderson derrota Karlovic e é campeão em Pune

Em duelo equilibrado, decidido em três tie-breaks, sul-africano levou a melhor pelo placar de 7/6 (7/4), 6/7 (2/7) e 7/6 (7/5)

Redação, Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2019 | 13h29

Na final mais alta do circuito profissional, o sul-africano Kevin Anderson, de 2,03 metros, superou o croata Ivo Karlovic, de 2,11m, para conquistar o troféu do Torneio de Pune, na Índia. Anderson venceu o duelo equilibrado, decidido em três tie-breaks, pelo placar de 7/6 (7/4), 6/7 (2/7) e 7/6 (7/5), em 2h45min.

O duelo "da altura" também reuniu dois dos tenistas mais experientes do circuito. Anderson, atual vice-campeão de Wimbledon, tem 32 anos. Karlovic tem 39. Mas o sul-africano vive fase melhor, na sexta posição do ranking. O croata é apenas o 100º e deve se aposentar ao fim desta nova temporada.

Com a vantagem de serem altos, Anderson e Karlovic fizeram uma final marcada pelos seguidos aces. Foram 57, ao todo. O croata se destacou mais no fundamento, com 36 saques perfeitos, contra 21 do favorito. Com serviços tão poderosos, a decisão em Pune não contou com quebras.

Anderson foi quem chegou mais perto, ao obter oito break points, todos devidamente salvos por Karlovic. O vice de Wimbledon não teve seu serviço ameaçado em nenhum momento dos três sets. Mesmo assim, Anderson sofreu para confirmar o favoritismo, precisando de dois tie-breaks para confirmar o título.

Ambos os tenistas disputavam sua 19ª final no circuito. Foi o sexto título de Anderson, que soma 13 vice-campeonatos. Karlovic, por sua vez, amargou o seu 11º vice no currículo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.