Narendra Shrestha/Efe
Narendra Shrestha/Efe

Na Li derrota italiana e pegará surpresa canadense no Aberto da Austrália

Chinesa avança com facilidade e encara Eugenie Bouchard por vaga na final da competição

Agência Estado

21 de janeiro de 2014 | 07h34

MELBOURNE - Cabeça de chave número 4, Na Li não teve dificuldade para confirmar seu favoritismo diante da italiana Flavia Pennetta nas quartas de final do Aberto da Austrália. Dominante em quadra, a chinesa derrotou a adversária na madrugada desta terça-feira por 2 sets a 0, com duplo 6/2, em pouco mais de uma hora. Agora, ela terá pela frente na semifinal a surpresa da competição, a canadense Eugenie Bouchard, que eliminou a sérvia Ana Ivanovic.

A partida desta terça foi um verdadeiro show de Na Li, que mostrou todo seu repertório de jogadas e não deu chances para a adversária, 28.ª cabeça de chave. Uma das principais favoritas desde a eliminação de nomes como Serena Williams e Maria Sharapova, a chinesa mostrou não sentir a pressão e evitou a zebra.

Desde o início foi possível notar que Pennetta não teria vida fácil. Sacando com propriedade e atacando o serviço da adversária, Na Li conseguiu abrir 5 a 0 no primeiro set. Depois, foi só administrar a vantagem e fechar a primeira parcial em 35 minutos. Foram três quebras para a chinesa só na primeira parcial.

Na segunda, Pennetta esboçou uma reação e dificultou um pouco a vida da chinesa. Mas foi só um susto para Na Li, que logo retomou o controle da partida, conseguiu duas quebras e fechou o set ainda mais rapidamente do que o primeiro, em 32 minutos, impondo sua terceira vitória em cinco confrontos contra a italiana.

Depois da classificação de Na Li, foi a vez de Bouchard e Ivanovic brigarem por uma vaga nas semifinais. E a jovem canadense de 19 anos, sensação do torneio, mostrou que não está para brincadeira e venceu por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/5 e 6/2, em 2h24min. É a primeira vez que a número 31 do ranking da WTA chega à semifinal de um Grand Slam.

Esta, aliás, é a primeira vez que Bouchard disputa o Aberto da Austrália e logo de cara ela já conseguiu um resultado histórico para seu país, sendo a primeira tenista canadense a alcançar a semifinal de um Grand Slam desde 1984, quando Carling Bassett chegou a esta fase no US Open.

Para alcançar este feito, Bouchard precisou eliminar a veterana Ivanovic, cabeça de chave número 14, que havia se transformado em uma das favoritas depois de despachar Serena Williams. A sérvia até começou melhor, vencendo o primeiro set, mas se abalou com a perda do segundo e foi atropelada no terceiro.

Na madrugada desta terça para quarta-feira (horário de Brasília) serão definidas as outras duas semifinalistas do Aberto da Austrália. Cabeça de chave número 11, a romena Simona Halep enfrentará a eslovaca Dominika Cibulkova, 20.ª favorita. Quem passar, pegará a vencedora do duelo entre a número 2 do mundo, a bielo-russa Victoria Azarenka, e a cabeça de chave número 5, a polonesa Agnieszka Radwanska.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.