Andrew Harnik / AP
Andrew Harnik / AP

Na madrugada de Washington, Murray supera romeno e avança às quartas de final

Tenista britânico foi às lágrimas após vitória em jogo que durou mais de três horas

Estadão Conteúdo

03 Agosto 2018 | 09h24

O britânico Andy Murray literalmente varou a madrugada desta sexta-feira para avançar no ATP 500 de Washington, disputado em quadras rápidas na capital dos Estados Unidos. Por causa das chuvas que têm atrapalhado a competição nesta semana, o duelo do ex-número 1 do mundo contra o romeno Marius Copil, o último da programação de quinta, só começou pouco depois da meia-noite (horário local) e o escocês precisou de 3 horas e 2 minutos para ganhar de virada por 2 sets a 1 - com parciais de 6/7 (5/7), 6/3 e 7/6 (7/4).

De volta em julho ao circuito profissional após se recuperar por 11 meses de lesão e cirurgia no quadril, Andy Murray faz em Washington a sua melhor campanha em 2018. E os três jogos no ATP 500 até agora foram para o terceiro set - antes havia batido o norte-americano Mackenzie McDonald e depois o compatriota Kyle Edmund.

Aos prantos depois de cumprimentar Marius Copil na rede, Andy Murray comentou a emoção de uma partida tão desgastante. "As emoções vieram no final de um dia e uma partida extremamente longos", comentou o tenista.

Em busca de um lugar nas semifinais na capital dos Estados Unidos, Andy Murray terá um confronto inédito contra o australiano Alex de Minaur, 72.º do ranking e com apenas 19 anos, que derrotou o sul-coreano Hyeon Chung por 2 sets a 1 - parciais de 6/2, 4/6 e 6/2. A partida encerra a programação desta sexta-feira, por volta das 22 horas (de Brasília), mas com o risco de entrar mais uma vez na madrugada.

Desde seu retorno às quadras, o britânico conquistou contra Marius Copil a sua quarta vitória em 2018 - a primeira foi contra o suíço Stan Wawrinka na grama de Eastbourne, na Inglaterra. Depois de começar o torneio em Washington como o 832.º do mundo e com apenas 20 pontos no ranking, Andy Murray já garantiu outros 90 por chegar às quartas de final. Assim, já deve voltar ao grupo dos 400 melhores do mundo. Se for semifinalista, receberá 180 pontos e retornará ao Top 300.

MÉXICO

O argentino Juan Martín Del Potro espantou a zebra e avançou às semifinais do ATP 250 de Los Cabos, no México, ao derrotar na noite desta quinta-feira o bielo-russo Egor Gerasimov, 301.º do ranking e algoz do australiano Bernard Tomic e do norte-americano Sam Querrey, por 2 sets a 0 - com um duplo 6/1, em apenas 58 minutos.

Assim, Juan Martín Del Potro alcança a sua sexta semifinal da temporada e busca a sua quarta final de ATP em 2018 e a 33.ª da carreira. O argentino de 29 anos está com melhor ranking ao ocupar o quarto lugar e agora enfrentará o bósnio Damir Dzumhur, e 24.º do mundo, que derrotou o norte-americano Michael Mmoh por 6/2 e 6/3.

Também avançou às semifinais o italiano Fabio Fognini, cabeça 2 e 15.º do ranking, que marcou um duplo 6/2 contra o japonês Yoshihito Nishioka. Seu rival nas semifinais é o britânico Cameron Norrie, que derrotou o francês Adrian Mannarino por duplo 6/4.

 
Mais conteúdo sobre:
tênisAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.