Nadal abandona e Murray garante vaga nas semis em Melbourne

Andy Murray chegou às semifinais do Aberto da Austrália pela primeira vez nesta terça-feira quando o atual campeão Rafael Nadal desistiu com uma lesão na perna direita no meio do terceiro set.

JULIAN LINDEN, REUTERS

26 de janeiro de 2010 | 12h01

O escocês teve um desempenho impressionante abrindo vantagem de 6-3,7-6 e 3-0 quando Nadal, que havia parado a partida para tratar a área acima do joelho no começo do set, balançou a cabeça e informou Murray que não poderia mais continuar.

Murray enfrentará o croata Marin Cilic para disputar um lugar na final.

"Eu conheço o Rafa desde que eu tinha 13 ou 14 anos e sempre foi uma pessoa que eu admirei", disse Murray em entrevista do lado de fora da quadra.

"Ele é meu tenista favorito para assistir por causa de sua energia e estou angustiado por ele".

A saída de Nadal levantará dúvidas sobre sua habilidade de retornar aos padrões incríveis que ele atingiu recentemente.

Ele tem apenas 23 anos mas teve muitos problemas no joelho nos últimos nove meses após estar no topo do mundo um ano atrás quando detinha os títulos do Aberto da Austrália, o Aberto da França e Wimbledon e estava em primeiro no ranking.

Mas sua retirada nesta terça-feira não deve tirar o mérito do desempenho de Murray, que está na melhor forma física e técnica de sua vida.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISMURRAYNADAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.