Nadal abre temporada com título no Torneio de Doha

Espanhol supera Gael Monfils por 2 sets a 1

Agência Estado

04 de janeiro de 2014 | 15h36

DOHA - Rafael Nadal foi dominante no tênis mundial no ano passado. Somou 75 vitórias em 82 jogos e ganhou 10 títulos, incluindo dois do Grand Slam (Roland Garros e US Open), o que lhe devolveu a liderança do ranking. Agora, ele começa a temporada 2014 no mesmo ritmo, ao conquistar neste sábado o título do primeiro torneio que disputa, em Doha, no Catar.

Na final disputada neste sábado, Nadal enfrentou o francês Gael Monfils, que ocupa atualmente a 31ª colocação do ranking. E precisou de quase 2 horas para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/7 (5/7) e 6/2. Assim, o espanhol foi campeão pela primeira vez em Doha - tinha sido vice em 2010, quando perdeu a decisão para o russo Nikolay Davydenko.

Assim como aconteceu durante toda a sua campanha em Doha - com vitórias difíceis sobre o checo Lukas Rosol, o alemão Tomas Kamke, o letão Ernests Gulbis e o também alemão Peter Gojowczyk -, Nadal teve trabalho para vencer neste sábado. Monfils disputava a sua terceira final no torneio e lutou muito para poder conseguir o primeiro título em Doha.

No fim, porém, prevaleceu o favoritismo do espanhol de 27 anos, que aumentou a sua vantagem no confronto histórico contra Monfils, agora com nove vitórias em 11 jogos disputados no circuito da ATP. Assim, Nadal chegou ao 61º título na carreira, o primeiro de uma temporada que promete ser novamente brilhante para o atual número 1 do mundo.

O próximo desafio de Nadal é o Aberto da Austrália, primeiro torneio do Grand Slam na temporada, que começa no dia 13 de janeiro, em Melbourne, no qual ele soma um único título até hoje, conseguido em 2009. E o espanhol chega embalado para a disputa, depois de ser campeão em Doha e mostrar aos rivais que começou o ano em ótima forma.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisNadalMonfilsTorneio de Doha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.