Nadal afirma que tenistas deveriam opinar sobre calendário

Espanhol critica as datas do circuito da ATP, mas se anima com a possibilidade de participar das Olimpíadas

EFE

26 de maio de 2008 | 10h58

O tenista espanhol Rafael Nadal afirmou que os jogadores deveriam ter poder de decisão sobre as datas do calendário da ATP, circuito profissional masculino. "Foram tomadas decisões que nos prejudicaram e acho que os jogadores devem ter um poder de decisão. Nunca os tenistas estiveram tão unidos como agora", comentou Nadal em entrevista publicada na edição de hoje do jornal italiano La Repubblica. Ao falar sobre a imagem que a imprensa tem dele, ele acredita que é "muito agressiva", mas bastante diferente do jeito que é de verdade. O atual segundo do mundo disse que, apesar de não passar boa fase em razão de problemas físicos, o tênis segue sendo sua maior satisfação. "Vivo para o tênis, me dedico plenamente a este esporte e sou realmente feliz competindo e jogando. Não saberia ser feliz de outra forma, realmente não sei como", afirmou. Nadal apontou a atual temporada da ATP como "muito interessante", mas evitou falar sobre quem é o favorito para acabar como número um. A luta é entre ele, o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic, números um e três do mundo, respectivamente. O tenista se mostrou empolgado com a possibilidade de participar dos Jogos Olímpicos de Pequim. Ele falou que aproveitará para acompanhar a Espanha em outros esportes, como o basquete. 

Tudo o que sabemos sobre:
Rafael NadalATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.