Neil Hall/EFE
Neil Hall/EFE

Nadal arrasa checo e volta às quartas de final de Wimbledon após 7 anos

Tenista espanhol controlou a partida desde o início e praticamente não foi ameaçado por Jiri Vesely, 93º do ranking

Estadão Conteúdo

09 Julho 2018 | 16h38

O espanhol Rafael Nadal mostrou força nesta segunda-feira e garantiu seu retorno às quartas de final de Wimbledon, o que não acontecia desde 2011, quando foi vice-campeão. Em grande exibição, o atual número 1 do mundo arrasou o checo Jiri Vesely, 93º do ranking, pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/3 e 6/4), em 1h53min.

+ Serena Williams atropela russa e vence sua partida de número 90 em Wimbledon

+ Federer avança às quartas de final em Wimbledon e fica perto de quebrar recorde

+ Sem perder sets, Soares e Murray avançam às quartas nas duplas em Wimbledon

Nadal controlou a partida desde o início e praticamente não foi ameaçado. Vesely só conseguiu causar algum perigo no terceiro set, quando faturou uma quebra de saque, na única oportunidade cedida pelo espanhol em toda a partida.

Ao contrário dos jogos anteriores, o líder do ranking se destacou no saque, nesta segunda. Foram nove aces e aproveitamento de 78% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. Nadal também exibiu precisão do fundo de quadra, com 37 bolas vencedoras e apenas 12 erros não forçados, contra 18 e 21 de Vesely, respectivamente.

Com este desempenho, Nadal sofreu apenas uma quebra e impôs cinco sobre o rival, em oito oportunidades. Assim, garantiu mais uma vitória na grama londrina e assegurou seu retorno às quartas de final, após tropeços em fases anteriores nas últimas edições de Wimbledon.

 

Em busca da vaga na semifinal, o número 1 do mundo vai enfrentar na sequência o vencedor do duelo entre o argentino Juan Martín del Potro e o francês Gilles Simon.

FEDERER CONHECE RIVAL

Após arrasar mais um adversário em Wimbledon, o suíço Roger Federer conheceu nesta tarde seu próximo rival. Será o sul-africano Kevin Anderson, que avançou às quartas do Grand Slam britânico pela primeira vez, ao superar o francês Gael Monfils em quatro sets, com parciais de 7/6 (7/4), 7/6 (7/2), 5/7 e 7/6 (7/4).

Anderson, que disparou 20 aces, foi vice-campeão do último US Open, em Nova York. O sul-africano enfrentou Federer em quatro ocasiões no circuito profissional e nunca o venceu e sequer tirou um set do favorito. Mas eles não se enfrentam desde 2015.

Em outros confrontos desta segunda, o canadense Milos Raonic despachou o americano Mackenzie McDonald por 6/3, 6/4, 6/7 (5/7) e 6/2. Nas quartas de final, Raonic fará um duelo de sacadores com o também americano John Isner, que eliminou o grego Stéfanos Tsitsipas por 6/4, 7/6 (10/8) e 7/6 (7/4).

O japonês Kei Nishikori, por sua vez, derrotou o letão Ernests Gulbis, algoz do alemão Alexander Zverev, por 4/6, 7/6 (7/5), 7/6 (12/10) e 6/1. Seu próximo adversário vai sair do duelo entre o sérvio Novak Djokovic e o russo Karen Khachanov. Eles se enfrentam ainda nesta segunda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.