Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Nadal arrasa jovem grego e fatura o 11º título em Barcelona

Espanhol precisou de apenas 1h18 para marcar 6/2 e 6/1 diante de Stefano Tsitsipas

Estadão Conteúdo

29 de abril de 2018 | 13h06

Rafael Nadal manteve a hegemonia sobre o saibro de Barcelona neste domingo. Sem dar qualquer chance ao jovem grego Stefano Tsitsipas, o tenista da casa venceu a final pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 1h18min, e conquistou o troféu do torneio pela 11ª vez na carreira.

+ Pliskova supera Vandeweghe e fatura título do Torneio de Stuttgart

Com sua terceira conquista seguida na cidade catalã, Nadal chegou ao segundo título na temporada - faturou o Masters 1000 de Montecarlo na semana passada - e ao 77º da carreira. Assim, um dia depois de conquistar a 400ª vitória da carreira sobre o saibro, o espanhol voltou a fazer história, ao empatar com o norte-americano John McEnroe na quarta posição na lista dos donos de mais troféus no circuito - ambos só estão atrás de Jimmy Connors, Roger Federer e Ivan Lendl.

De quebra, ele garantiu a permanência na liderança do ranking. Um tropeço na decisão levaria Federer de volta ao topo. Com esta preocupação, o espanhol ainda terá que defender os pontos dos títulos do Masters de Madri e de Roland Garros e também das quartas de final do Masters de Roma. Se não o fizer, deixará a ponta do ranking.

Já Tsitsipas, apesar do vice-campeonato em Barcelona, tem a comemorar a subida no ranking. Grande surpresa desta semana, o grego de apenas 19 anos vai deixar o 63º posto e entrar no Top 50 pela primeira vez na carreira, atingindo o 44º lugar.

A final deste domingo começou com chuva, o que adiou o início da partida em cerca de 15 minutos. Com o jogo em andamento, Nadal faturou a primeira quebra do jogo no terceiro game e fez 2/1. Na sequência, obteve nova quebra antes de fechar o set em 6/1.

Na segunda parcial, Tsitsipas chegou a ter três break points, não aproveitados. Oscilando pouco, Nadal não teve problema para abrir rapidamente vantagem e encaminhar a vitória e o título com mais três quebras de saque na parcial.

Ao vencer novamente sem perder sets, o campeão de Barcelona ampliou o recorde de sets vencidos de forma consecutiva sobre a terra batida. Agora são 46 parciais de invencibilidade na superfície.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRafael Nadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.