Marijan Murat/EFE
Marijan Murat/EFE

Nadal bate Monfils e avança à final do Torneio de Stuttgart

Espanhol se recupera da 'ressaca' de Roland Garros

Estadão Conteúdo

13 de junho de 2015 | 10h52

Após sofrer com oscilações na grama nos jogos anteriores, Rafael Nadal apresentou boa evolução no piso rápido de Stuttgart, na Alemanha, neste sábado, ao derrotar com certa facilidade o francês Gael Monfils, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em apenas 1h19min de partida. A vitória garantiu o espanhol na terceira final da temporada.

Na decisão, Nadal terá pela frente o vencedor do confronto entre o croata Marin Cilic, atual campeão do US Open, e o sérvio Victor Troicki. Eles se enfrentam ainda neste sábado na grama do torneio de nível ATP 250, preparatório para Wimbledon.

O tenista da Espanha, que vive temporada irregular, disputará neste domingo a sua 95ª final da carreira, a sétima na grama. Mas será a primeira neste piso desde que foi derrotado pelo sérvio Novak Djokovic na decisão de Wimbledon de 2011.

Para voltar a uma final na grama, Nadal precisou mostrar crescimento ao longo desta semana. Ainda na ressaca de Roland Garros, quando teve seu reinado derrubado pelo mesmo Djokovic nas quartas de final e caiu para o 10º lugar do ranking, o espanhol oscilou muito nas primeiras partidas em Stuttgart.

Na estreia, Nadal precisou de três sets e de 2h40min para superar o cipriota Marcos Baghdatis. Na sequência, foram mais 2h20min para derrotar o australiano Bernard Tomic, novamente em três sets.

Neste sábado, o espanhol dominou a partida desde o início contra o 16º colocado do ranking. Ele resistiu bem aos 11 aces de Monfils e obteve duas quebras de saque, uma em cada set. E se defendeu bem ao salvar quatro break points. Com a boa vitória, Nadal reforça o favoritismo para a final, independentemente do adversário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.