EFE/EPA/JASON SZENES
EFE/EPA/JASON SZENES

Nadal bate Schwartzman e avança para encarar Berrettini na semifinal do US Open

Espanhol superou argentino e deu novo passo em busca pelo seu 19º título de Grand Slam

Rafael Franco, O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2019 | 02h21

O espanhol Rafael Nadal sofreu um pouco para confirmar o seu favoritismo, mas venceu o  argentino Diego Schwartzman por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 7/5 e 6/2, em confronto encerrado no início da madrugada desta quinta-feira, em Nova York, onde assegurou classificação às semifinais do US Open.

Atual vice-líder do ranking mundial e cabeça de chave número 2 do Grand Slam realizado nos Estados Unidos, Nadal avançou para encarar na próxima fase da competição o italiano Matteo Berrettini, que horas mais cedo superou o francês Gael Monfils por 3 sets a 2, com parciais de 3/6, 6/3, 6/2, 3/6 e 7/6 (7/5). 

A outra semifinal do torneio masculino de simples, definida já na última terça-feira, vai reunir o russo Daniil Medvedev e o búlgaro Grigor Dimitrov, algoz de Roger Federer nas quartas de final. No mesmo dia, o tenista da Rússia eliminou o também suíço Stan Wawrinka. Os embates que definirão os dois finalistas estão marcados para sexta-feira.

Com o triunfo, Nadal deu um novo passo para conquistar o seu 19º título de Grand Slam e ficar a uma taça de igualar a marca histórica de Federer, recordista de troféus da série de quatro torneios mais importantes do circuito profissional, que também engloba o Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon.

O tenista espanhol precisou de 2h46min em quadra para eliminar Schwartzman, atual 21º colocado do ranking mundial, que nas oitavas de final havia surpreendido ao derrotar o alemão Alexander Zverev, sexto cabeça de chave. Desta vez, porém, ele não conseguiu superar a intensidade constante do número 2 do mundo.

Nadal começou o jogo de forma arrasadora e, com duas quebras de saque, abriu 4/0 no primeiro set. O argentino, porém, devolveu as duas quebras, confirmou os seus serviços e empatou em 4/4. O favorito, entretanto, voltou a converter um break point e fechou a parcial inicial em 6/4.

No segundo set, Schwartzman deu trabalho novamente ao espanhol e conseguiu duas quebras de saque mais uma vez, sendo uma delas quando o seu rival sacava para fechar em 6/4. Mas o vice-líder da ATP seguiu inabalável, converteu o seu terceiro break point na parcial no game seguinte e depois sacou para fazer 7/5.

A um set da vitória, Nadal passou a ser dominante na terceira parcial, na qual confirmou todos os seus saques sem oferecer nenhuma chance de quebra e ainda converteu um de dois break points para aplicar o 6/2 que liquidou o confronto.

Feminino

Também na programação noturna desta quarta-feira no US Open, a canadense Bianca Andreescu se garantiu na semifinal do torneio de simples feminino ao bater a belga Elise Mertens por 2 sets a 1, de virada, com 3/6, 6/2 e 6/3. A sua próxima rival será a suíça Belinda Bencic, que horas mais cedo eliminou a croata Donna Vekic com parciais de 7/6 (7/5) e 6/3. A outra semifinal, definida na terça-feira, será entre a norte-americana Serena Williams e a ucraniana Elina Svitolina. Estes dois duelos que valerão vagas na decisão estão agendados para ocorrer nesta quinta em Nova York.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.