Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Nadal culpa cansaço e 'bom jogo' de Fognini por derrota no Rio Open

Espanhol surpreendeu negativamente com derrota para italiano na noite de sábado, por 2 sets a 1, em torneio disputado no Rio

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

22 de fevereiro de 2015 | 09h21

O tenista Rafael Nadal creditou ao cansaço e ao "bom jogo" de Fabio Fognini sua derrota na semifinal do Rio Open na noite de sábado. O espanhol, que em um dos últimos lances da partida chegou a acusar dor na virilha, revelou também que sentiu câimbras pelo corpo a partir do segundo set.

"Fiz um bom primeiro set, mas me falta continuidade. Tenho tido bons e maus momentos, inclusive fisicamente", disse Nadal, momentos após perder para Fognini. "Não me encontrei bem a partir do segundo set. Senti câimbras pelo corpo, algo que me surpreendeu, porque nunca tinha tido isso. No fim ele (Fognini) jogou bem, foi melhor e mereceu a vitória."

Apesar do cansaço, Nadal evitou culpar a maratona de jogos - o espanhol jogou a partida de quartas de final na madrugada de sábado e a semifinal cerca de 18 horas mais tarde. "Agora não é o momento de se falar disso, menos ainda quando se perde."

Terceiro colocado no ranking mundial - posto que deve perder nos próxim.os dias -, Nadal saiu derrotado pela primeira vez em cinco confrontos com o italiano, 28º colocado no ranking da ATP.

"Tenho que seguir trabalhando. Estou tendo atitude adequada, mas me falta continuidade. Fiquei sem competir por meses, e quando se tem uma parada é preciso passar por diversas fases, é um processo", considerou. O espanhol não quis confirmar se disputará o torneio novamente no próximo ano, mas ressaltou que adora o Brasil e que tem o desejo de estar na Olimpíada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.